Guarani

Aal nega recuo do Guarani em vitória contra Santo André: ‘Não chamamos’

Aal nega recuo do Guarani em vitória contra Santo André: 'Não chamamos'
Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

O Guarani sofreu dificuldades, em especial no segundo tempo, para confirmar vitória em cima do Santo André, no Estádio do Canindé, pelo placar de 1 a 0, na última segunda-feira à noite.

Depois de ver o Ramalhão colecionar chances desperdiças em São Paulo, Allan Aal explicou à torcida a postura mais defensiva do Bugre.

+ Guarani amarga pior série no Brinco de Ouro da Princesa em 34 anos

“Não, nós não chamamos. O adversário que estava utilizando a todo momento da bola longa e da bola aérea. A nossa equipe não é uma equipe física. Não é uma equipe com jogadores de alta estatura, ao contrário da equipe do Santo André. Soubemos se adaptar ao jogo. Poderia ter definido e poderia ter matado o jogo em algumas situações que pressionamos o adversário na saída de bola e conseguiu recuperar. Nem sempre vamos conseguir impor o nosso jogo até pela questão física que o adversário nos impôs hoje”, afirmou o comandante.

“Os jogadores são de um 1,97m. São jogadores de um 1,87m. No final do jogo, estavam jogando ali praticamente com cinco jogadores de referência. Então a gente tem que ter também a humildade e a inteligência suficiente pra saber neutralizar o ponto forte dos adversários e utilizar aquilo que temos de melhor. O mais importante de tudo isso é que conseguimos os três pontos e estamos na zona de classificação mesmo não tendo controle do jogo, como tivemos nas outras rodadas”, acrescentou.

PLANOS

Aal também explicou a estratégia traçada pelo Guarani no decorrer dos 90 minutos e o reforço do sistema defensivo, especialmente no jogo aéreo.

“Você fez uma leitura já que facilita a minha resposta. No primeiro tempo, a gente procurou dar essa mobilidade que vínhamos tendo e essa agressividade ofensiva para poder abrir o placar. No segundo tempo, a equipe deles utilizou aquilo que eles têm de melhor, que é a bola aérea. É uma equipe com uma média de altura acima de 1,80m, ao contrário da nossa. Aí soubemos neutralizar e ter a humildade, principalmente, de saber jogar o jogo, abrindo mão até, em alguns momentos, daquilo que temos diferente no campeonato, que é essa transição rápida, mas não estava tendo espaço para transição. Era muita bola aérea, muita disputa física e muito contato”, declarou.

“O campo também prevalecendo esse tipo de situação para o adversário, mas conseguimos resultado. Fizemos uma partida equilibrada. Tivemos a oportunidade de fazer o segundo gol. Não saiu, mas a gente fica feliz pelo fato dos jogadores que têm entrado, dando conta do recado, mostrando que o nosso elenco é um elenco qualificado e pode jogar qualquer tipo de jogo. Jogamos dois jogos contra duas equipes que têm uma característica totalmente diferente. São equipes mais técnicas e, hoje, com uma equipe de muita força física e de muita bola aérea também soubemos nos adaptar e conseguimos a vitória”, acrescentou.

TABELA

Com resultado positivo, o terceiro como visitante no Estadual, Guarani salta a 11 pontos, ultrapassa o Santos, com nove, e entra na zona de classificação às quartas de final – ainda restam três jogos.

O próximo compromisso do time dirigido pelo técnico Allan Aal é no domingo, 02 de maio, diante do Novorizontino, no Brinco de Ouro da Princesa, em horário ainda não divulgado pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top