Geral

Abel avalia vitória contra Fortaleza: “Melhor jogo que nós fizemos”

divulgação inter

O Internacional vence Fortaleza por 4 a 2 neste domingo (17), partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Beira-Rio. Com isso, o Inter conseguiu sua sexta vitória seguida o que deixa o time mais confiante para ganhar o campeonato.

Em entrevista coletiva, Peglow, que marcou o gol da virada contra o Fortaleza, comenta que a vitória foi muito importante para a chegar mais perto ainda do atual líder São Paulo, além disso, falou que o técnico Abel Braga está dando muito confia para os jovens jogadores e que altos e baixos acontecem, mas que está trabalhando todos os dias firme.

– A gente sabia que hoje era um jogo que a gente tinha que ganhar pra pode encostar no líder, um jogo de muita importância pra gente e a gente mostro poder de reação depois de empate.

Ele enfatizou que estava a muito tempo a procura do gol como profissional dentro do Beira-Rio e que está muito feliz em poder ajudar o time. E fala também sobre a importância do treinador, da direção e dos jogadores na impulsão dos jogadores de base mostrarem o seu jogo dentro de campo, além de mostrarem confiança para eles durante os treinamentos.

– Muita emoção, vinha procurando faz tempo esse gol dentro do Beira-Rio, dentro da minha casa, hoje muito feliz podendo entrar e fazer o gol que começo a reação. É um momento de muito felicidade, muito orgulho, a ficha não caiu, vou chegar em casa e aproveitar com a minha família.

Peglow comenta sobre conversas e preparações do time para os próximos jogo contra o São Paulo e Grêmio.

– A conversa sobre o jogo contra o São Paulo vai começar hoje, a gente vem pensando em jogo a jogo, então, o GreNal a gente vai pensar só depois, primeiro o São Paulo a gente vai fazer mais uma final lá dentro, como a gente vem fazendo em todos os jogos pra nos chegarmos no nosso objetivo que é o título.

Abel Braga, ao ser questionado sobre o Inter ser dito como possível ganhador da competição, ressalta que o Inter tem segunda melhor defesa e que é um time que sabe sofre, que sabe fazer transições rápidas e sabe que no momento que tá sem a bola fechar bem.

– Você vê que eu to com uma defesa que eu acho que individualmente e coletivamente segue muito bem, mas isso hoje, sinceramente, eu falei pra eles que eu acho que a nível do tripé nosso do meio campo foi o melhor jogo que nós fizemos, foi muito bom.

E ainda elogiou a dupla que vem dando certo na lateral esquerda Moisés e Patrick

– Eles se entendem muito bem. O momento do Moisés, eu achei que era bem positivo, tem nos ajudado na bora parada (…) Mas é o próprio tempo, a relação muito bom que existe nesse grupo, eles conversam bastante.

Ele também explica o seu trabalho dessa semana, visto que, os próximos jogos contra São Paulo e Grêmio, serão ainda mais difícil para o time. E ainda ressaltou que a melhor maneira de tentar proporcionar algo que venha fortalecer na frente o clube são os garotos da base.

– Eu vou trabalhar no mental, posicionar a equipe na terça-feira naquilo que nós pretendemos estratégias, porque não à tempo hábil e vamos jogar contra o adversário muito bem trabalhado.

Ele comentou que ficou mal ao pegar o Covid, com uma semana do começo do seu trabalho, pois se sentiu imponente e queria fazer alguma coisa e que englobou profissionalismo e sentimento. E terminou falando sobre o uso dos jogadores de base.

– Deve ter um trabalho na base, porque o mais importante desses jogadores que veem de baixo é que eles tem um sentimento diferente com o clube, por estarem a mais tempo (…) Mas acima de tudo, deve a ver uma explicação bem nítida, básica, clara e fundamental desse cara mesmo garoto, já saber onde ele anda, ele ta no Gigante, ele esta no Beira-Rio.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top