Campeonato Paulista

Abel diz que Paulistão é para “dar oportunidade para os mais novos” e pede paciência

Abel Ferreira em entrevista coletiva após a derrota para a Inter de Limeira em casa; (Foto: Reprodução/TV Palmeiras)

Na entrevista coletiva desta quinta (29), após a derrota do Palmeiras por 1×0 para a Inter de Limeira, Abel Ferreira disse que o Paulista está sendo usado “unica e exclusivamente para dar oportunidade para os mais novos”, e pediu paciência para os torcedores.

— Temos um plantel com 13 jogadores da base. No ano passado, eu falei sobre os riscos de constantemente apostar nos jogadores jovens, porque tem de ter calma, tem de deixá-los errar. E minha dúvida é se nós temos paciência, se os torcedores têm paciência, para ver um erro do Esteves e continuar a acreditar nele. É só isso. Temos que perceber os riscos que corremos. Quando acabou a temporada eu e a direção tivemos uma conversa muito séria sobre este campeonato, e acho que só pela primeira vez hoje estou assumindo isso, que é única e exclusivamente para dar oportunidade para os mais novos. Mas sempre que joga, joga o Palmeiras. Joga Papagaio ou Newton, se cobra o mesmo. Jogamos todo o jogo para ganhar — disse o treinador do Verdão.

Ele ainda deixou mais claro que não jogarão titulares na próxima partida, contra o Santo André, no domingo (2). O foco dos titulares é na Libertadores, terça, contra o Defensa y Justicia-ARG:

— Não vão jogar contra o Santo André [os titulares]. Nós não jogamos com a equipe na mesma força. Vamos voltar para o Paulista com a equipe sub-20. Mas o problema não é esse, o problema são as lesões de jogares que são importantes, não só quando entram, mas quando estão no banco como foi na Libertadores. E é uma competição que nos gasta muita energia, a todos. 

Perguntado sobre a escalação sem zagueiros de ofício, Abel exaltou a atuação de Danilo Barbosa:

— Eu conheço bem o Danilo. Mais do que eu falar é o que as pessoas veem. Gosto que falem dentro de campo. É ali que tem que falar, quanto querem jogar, nas oportunidades que tem, quanto são sérios e competitivos. As circunstâncias o obrigam, e tivemos que jogar sem zagueiros de origens, mas com um desempenho extraordinário.

Abel também falou sobre as lesões que afetam o time nessa dura sequência de jogos com menos de 72h de descanso:

— Temos Kuscevic lesionado, Victor Luís lesionado, hoje lesionou mais um, o Wesley. Gómez, Luan e Rena, jogaram a dois dia 90 minutos. Os que entraram hoje foram com minutos contados, porque o risco de explosão aumentava. Por essa razão só jogou Danilo (como zagueiro), porque de fato é versátil e não tínhamos outros — falou Abel.

Ele também comentou sobre a qualidade do trabalho feito na Inter de Limeira, do treinador Thiago Carpini:

— Deixa dizer uma coisa. Quando falam que o brasil não tem treinadores de qualidade é por que estão dormindo. Este é um treinador de qualidade. O do Mirassol é também. Parabéns ao treinador da Inter, que veio aqui para jogar. Parabéns para ele e sua equipe, que aproveitou nosso erro. Futebol é isso, é eficácia, e nosso adversário conseguiu fazer um gol – Falou Abel.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top