América-MG

América-MG leva desvantagem em retrospecto contra o Fortaleza

Marina Almeida/América

América-MG e Fortaleza se enfrentam no próximo sábado (30), na Arena Independência, às 21h, pela 29ª rodada do Brasileirão. Após a importante vitória sobre o Santos, na Vila Belmiro, a equipe americana retornou aos trabalhos já na segunda-feira (25) visando o confronto diante do tricolor cearense. No decorrer da história, o Leão do Pici leva vantagem sobre o Coelho em 10 encontros entre nordestinos e mineiros.

+ Adversário do América-MG, Fortaleza tem desfalques importantes para a partida no Indepa

Foram disputados, até hoje, 10 jogos entre as duas equipes. O Fortaleza venceu sete vezes, enquanto o América conseguiu superar o time do Fortaleza em apenas duas oportunidades. Além disso, ambas equipes empataram apenas uma vez. Foram três gols marcados pelo Coelho e 19 sofridos em toda a história.

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Ainda assim, especificamente nos duelos em Belo Horizonte, América  e Fortaleza se enfrentaram por três vezes. Foram duas vitórias americanas (as únicas) e um empate na Arena Independência. Inclusive, o último jogo disputado em terras mineiras foi de vitória alviverde: pelo jogo de ida da 3 fase da Copa do Brasil de 2016, o América venceu por 1 a 0, sendo futuramente desclassificado após sofrer um revés em Fortaleza por 4 a 1.

Marina Almeida/América

Em partidas disputadas como visitante, o América marcou cinco gols, enquanto sofreu 15 gols. Para a partida do próximo fim de semana, a expectativa é que o argentino Mauro Zárate já esteja à disposição para a partida contra o alvinegro praiano. Isso porque o experiente atleta tratou, durante a última semana, de forma intensiva para curar sua lesão da fisgada na coxa direita sentida no jogo contra o Palmeiras. Sem ele, foram dois jogos, um empate e uma derrota, além do triunfo sobre o Bahia.

ADEMIR COMENTA SOBRE ARTILHARIA NO AMÉRICA-MG: ‘FICO MUITO FELIZ’

Inicialmente, perguntado sobre a chegada do novo treinador Marquinhos Santos, que estreou com vitória no comando do América, Ademir rechaçou que o técnico não teve tempo de alterar pontos cruciais para a sequência da competição, mas ressaltou a importância externa sobre a equipe.

+ Alê afirma que Marquinhos Santos pede mais posse do América-MG: ‘Gosta do jogo apoiado’

– Nós já vínhamos de bons resultados. O Marquinhos chegou e não teve tanto tempo para mudar tanta coisa. Mas o incentivo, e sua preleção já foram importantes na vitória. Chegou do jeito dele, da forma dele, e já percebemos que a sua presença será essencial.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top