Grêmio

Análise: Grêmio deveria aproveitar ‘barca’ e se desfazer de jogadores contestados

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio não vive um bom momento. Dentro de campo, foi eliminado na Sul Americana pela LDU, e no Brasileirão está na vice-lanterna. Mesmo com dois jogos a menos, a situação gremista está complicada. Assim, buscando se reforçar, o tricolor deverá enxugar o elenco para conseguir mais verba.

Com a fase ruim, muitos jogadores do Grêmio são contestados pela torcida. Paulo Victor, Victor Ferraz e Everton Cardoso, por exemplo, já estão treinando em separado, e devem ser negociados com outros times. O goleiro esteve próximo de deixar o Grêmio, mas com a troca de treinadores, foi mantido no imortal.

O Grêmio conta com craques dentro do time, como os goleiros, Vanderson, a dupla de zaga e Douglas Costa. Para muitos, esses são os incontestáveis no elenco. Porém, quais outros atletas deveriam ser negociados em uma “barca”, segundo o seu rendimento?

QUEM DECEPCIONOU?

Na zaga, Paulo Miranda já começa a sentir a idade. Com 32 anos, o atleta nunca chegou a ser titular no Grêmio, e com a “chegada” da dupla da base Ruan e Rodrigues, o atleta deverá perder mais espaço ainda. Outro jogador na defesa que não está rendendo o suficiente, é o campeão de Libertadores de 2017, Bruno Cortez, que muitas vezes acaba precisando de apoio na defesa, e compromete no ataque, sem acertar cruzamentos, fundamento primordial para laterais.

Indo para o meio de campo, um considerado titular não agrada a muitos torcedores. Matheus Henrique, que já foi peça-chave no meio do Grêmio, não está mais rendendo o esperado. Com a sua juventude e convocação para as Olimpíadas, pode acontecer uma valorização do jogador, aumentando os cofres do Grêmio. O atleta, recentemente, chamou a atenção do Sassuolo, da Itália.

Outros jovens que poderiam ser negociados do Grêmio são os alas Léo Pereira e Gui Azevedo. Ambos já tiveram várias oportunidades para demonstrar futebol para três técnicos diferentes, mas não tiveram boas aparições. Léo Pereira, por exemplo, perdeu um gol crucial que poderia ter dado a classificação para o Grêmio contra a LDU. Já Gui Azevedo teve boas aparições no início da era Tiago Nunes, porém contra Aragua e La Equidad. Após isso, não demonstrou boas aparições.

Por fim, outro atleta que poderia ser negociado, mas mais pela visão de custo-benefício dentro de campo, é o centroavante Diego Souza, que saiu da seca contra a LDU. O atleta está com 36 anos e não tem mais o vigor do ano passado, onde foi artilheiro do Brasil. O seu contrato acaba no fim do ano, e por enquanto, a diretoria do Grêmio ainda não se mexeu para renovar.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top