Futebol americano

Análise NFL: Buffalo Bills se consolida de vez como um dos candidatos na AFC após vencer Los Angeles Rams

Josh Allen Buffalo Bills
(Photo by Bryan M. Bennett/Getty Images)
— Continua depois da publicidade —

O Buffalo Bills havia vencido Miami Dolphins e New York Jets nas duas primeiras semanas da NFL. Apesar de duas boas vitórias, ainda era possível enxergar um leve questionamento por conta da fraqueza dos adversários. Neste domingo (27), contra o até então invicto Los Angeles Rams, a franquia da AFC Leste se consolidou de vez.

Os Bills dominaram no primeiro tempo e venceram parcialmente por 21 a 3. Porém, mas caíram de produção na segunda etapa e levaram a virada. Com muita força mental, tiveram capacidade de novamente liderar o placar nos segundos finais. Agora são três vitórias em três jogos.

Está óbvio para todos que o Kansas City Chiefs e Baltimore Ravens são as grandes forças da AFC. Patriots, Steelers e Bills se consolidam cada vez mais como postulantes a tentar bater de frente com os favoritos.

Josh Allen: uma grande montanha-russa

Josh Allen novamente merece destaque, mesmo com breves oscilações ao longo do jogo. Ele evoluiu muito em relação a temporada passada, apesar de alguns momentos de colapso. Suas virtudes físicas e de mentalidade forte se unirem a um braço mais consistente em lançamentos. Em profundidade, mais uma vez o quarterback foi eficiente e protagonizou boas situações.

Além dos pontos positivos, ele mostra vestígios fortes de consistência, algo que faltava em suas duas primeiras temporadas na liga. O quarterback diminuiu seus altos e baixos e potencializou suas progressões de jogadas.

Protegido por uma ótima linha ofensiva, Allen tem alvos que se completam e formam um sistema repleto de repertório. John Brown, Cole Beasley, Dawson Knox, Devin Singletary, Zach Moss foram adquiridos para dar suporte ao quarterback e transformar o ataque em uma fortaleza.

O grande nome é Stefon Diggs, que veio após troca com o Minnesota Vikings. Ele completa o plano e dá a Allen a tranquilidade de lançar com janelas abertas e seperação com os marcadores. Com o camisa 17, os Bills visam voos altos.

Por qual motivo Josh Allen é uma montanha-russa? Com o quarterback, a emoção está garantida. Na campanha para virar o jogo, ele cometeu um facemask que colocou o time em apuros com uma segunda para 25 jardas. Ele mesmo tratou de garantir o first down com jogadas de extremo improviso e técnica.

Com Josh Allen, a torcida do Buffalo Bills pode ir do inferno ao céu em poucos segundos. Foram 311 jardas lançadas, 24/33 nos passes, quatro touchdowns e uma interceptação. É possível dizer que ele está na briga pelo prêmio de MVP, apesar de correr por fora por ter nomes como Russell Wilson, Patrick Mahomes, Aaron Rodgers e Lamar Jackson na disputa.

O Buffalo Bills tem uma das melhores defesas da NFL

Não é novidade que a defesa dos Bills é uma das melhores da liga. Na temporada passada, a unidade foi a segunda melhor em pontos sofridos, a terceira em jardas cedidas e a oitava em interceptações. O talentoso cornerback Tre’Davious White liderou a NFL em interceptações ao lado de Stephon Gilmore, do New England Patriots.

Diante o grande ataque do Los Angeles Rams, a defesa foi extremamente dominante no primeiro tempo. A chuva de play action e a persistente tentativa pelo jogo terrestre da equipe comandada por Sean McVay foi ofuscada pelo sistema completo de Buffalo.

As três primeiras posses de LA foram assim, respectivamente: FG perdido, Jared Goff interceptado e um field goal convertido na red zone. Ou seja, o plano de jogo dos Rams passou longe de funcionar e a defesa dos Bills paralisou quaisquer tipos de ações.

O Los Angeles Rams conseguiu impor algo em comum aos seus adversários nessas três primeiras semanas: em algum momento dos jogos a defesa rival fica totalmente perdida com o grande repertório ofensivo de Sean McVay. Mesmo que o sistema defensivo dos Bills seja um dos mais completos da NFL, foi exatamente isso que aconteceu no segundo tempo. Por praticamente toda segunda etapa, Jared Goff e companhia deixaram Buffalo completamente tonto.

Portanto, o grande problema foi a oscilação: um primeiro tempo perfeito e a segunda etapa com buracos. Mas isso não apaga a grande temporada que vem fazendo o sistema. É possível colocar a defesa dos Bills como uma das cinco melhores da NFL, tendo talento para entrar na discussão até para um top 3.

Até o momento, já são 8 sacks e duas interceptações. Em pontos cedidos, foram 17 pontos contra os Jets, 28 diante os Dolphins e 32 para os Rams. Já em jardas aéreas, Sam Darnold conseguiu 215, Ryan Fitzpatrick 328 e Jared Goff 321. São nove touchdowns cedidos até aqui pela equipe, números sólidos para esse começo de temporada.

O ataque ao longo do jogo

Na primeira campanha de touchdown contra os Rams, Devin Singletary foi o motor que conduziu o ataque com o jogo terrestre. Josh Allen sacramentou o touchdown em um lançamento sob pressão:

Já no drive seguinte, Allen realizou um ótimo lancaçmento em profundidade para colocar a equipe no campo de ataque. Em seguida, o próprio quarterback teve corridas para colocar mais sete pontos no placar da partida. 14 a 0 de extremo domínio dos dois lados da bola.

Antes do intervalo ainda deu tempo para mais uma campanha de sucesso, com o playbook aberto, variedade de jogadas e Allen finalizando com o play action na red zone.

Há pouco o que se dizer do ataque no segundo tempo. O repertório da primeira etapa sumiu diante do renascimento da defesa dos Rams. Porém, a campanha para virar o jogo e colocar os Bills em vantagem foi marcante.

Josh Allen converteu uma terceira para 22 e transformou uma segunda para 25 em first down. Quando tudo parecia perdido, foi marcado uma interferência perto da linha de uma jarda faltando apenas 21 segundos para o fim. A jogada derradeira da vitória:

Força mental e resiliência. Essas palavras definem o Buffalo Bills, que além de tudo provou que pode bater de frente contra os grandes.

LEIA TAMBÉM: Steelers viram em casa diante dos Texans e mantém invencibilidade na temporada

Siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top