Conmebol Libertadores

Análise: Palmeiras cria bastante e vence com autoridade na Libertadores.

O Palmeiras enfrentou a Universidad Católica com a vantagem da primeira partida disputada no Chile. O time foi para campo com Felipe Melo e Gomez na zaga e Renan substituindo o Viña que foi negociado recentemente com o Roma.


No primeiro tempo, vimos a Católica utilizando apenas do seu único recurso, jogar a bola para área. De qualquer distancia o time chileno que se mostrou ter dificuldade para criar jogadas pelo chão utilizava das bolas aéreas para tentar ameaçar o gol palmeirense.


Em contrapartida o Palmeiras neutralizou as jogadas aéreas do time visitante com o bom tempo de bola dos seus zagueiros, com isso o alviverde começou a se soltar mais no jogo. Wesley que atuou ao lado do Deyverson conseguiu criar muitas jogadas pelas pontas fazendo cruzamentos para Raphael Veiga, que diversas vezes entrou na área fazendo o facão. Após três bolas na trave, o gol palmeirense saiu com Marcos Rocha.


Para a segunda etapa vimos a UCA com mais presença e intensidade no campo ofensivo. Porém é de se exaltar a falta de repertório dos chilenos, que ao chegar no ultimo terço do campo jogavam a bola para área de qualquer jeito, consagrando os jogadores de zaga palmeirenses.


O goleiro Pérez da Universidad saiu como destaque, defendeu diversas bolas do bom e rápido ataque palmeirense. Outro destaque da partida novamente foi o Zé Rafael, volante que vem se encontrando e ajudando muito o Palmeiras na transição e presença de meio campo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top