São Paulo

Como estavam São Paulo e River antes da parada; Confira o que mudou

— Continua depois da publicidade —

Por Gabriella Brizotti e Rafael Nardy

Nesta quinta-feira (17), o São Paulo enfrentará o River Plate pela terceira rodada da Libertadores. A partida que deveria ter ocorrido em março, precisou ser adiada por conta da pandemia de Covid-19. De lá para cá, foram seis meses de paralisação e muita coisa mudou. Jogadores deixaram os clubes, técnicos testaram mudanças táticas novas, atletas ficaram doentes com o covid-19, lesões aconteceram, e com isso, os times que se enfrentariam em 17 de março de 2020, serão completamente diferentes neste 17 de setembro de 2020. O Esporte News Mundo fez uma comparação sobre o que mudou e o que continuou igual em São Paulo e River Plate.

Saídas e chegadas

Enquanto a bola não rolava e a paralisação ocorria dentro de campo, fora dele tudo estava fluindo. O mercado de passes é um exemplo. Ainda que o São Paulo não tenha feito tantas contratações, perdeu alguns atletas. Antony e Pato, por exemplo, estariam a disposição de Diniz há seis meses atrás, entretanto, já não integram mais o elenco Tricolor. Antony foi para o Ajax, enquanto Pato rescindiu seu contrato. Já nas chegadas, Luciano desembarcou na Capital Paulista, em troca Everton foi para o sul. Apesar de Luciano ter se mostrado um goleador no Tricolor, o atacante não poderá jogar contra o River Plate, já que está suspenso após uma confusão no GreNal. 

Podendo inscrever novos atletas na equipe, o São Paulo terá a sua disposição Galeano e Rojas. O primeiro foi promovido da base, já o segundo se recuperou de lesão e pode voltar aos gramados após um longo período afastado.

No Millonários, o mercado tampouco foi muito movimentado. Sem contratar ninguém, o River só teve baixas. Ignácio Scocco retornou ao Newell’s Old Boys, já Juanfer Quintero está de saída para o clube chinês Shenzhen FC. Os dois estariam na equipe de Gallardo, caso a partida ocorresse em Março. 

Departamento médico

Para o confronto desta quinta, a equipe argentina não contará com Lucas Pratto, velho conhecido da torcida Tricolor. O atacante está com uma lesão muscular na coxa e não deve revisitar o Morumbi. Além de Pratto, o lateral-esquerdo titular, Milton Casco, foi diagnosticado com Covid-19 e também não estará no jogo. Outra baixa é a jovem promessa, Benjamín Rollheiser, que rompeu os ligamentos do joelho esquerdo e ficará ao menos 6 meses longe dos gramados.

No Tricolor, o departamento médico está recheado e preocupa Diniz. Seu principal jogador, Daniel Alves, ainda se recupera de uma fratura no braço e não tem previsão de retorno. Além dele, Liziero rompeu os ligamentos do tornozelo e está fora da temporada. Por fim, Walce e Rojas se recuperam de lesões graves e completam a lista dos machucados.

A novidade que pode pintar é do atacante Pablo. O jogador treinou todos os dias nesta semana, mas ainda segue como dúvida, já que ficou fora das últimas partidas por uma lesão no tronco.

Mudanças táticas

Em relação a equipe que jogou pela última vez antes da parada (coincidentemente também pela Libertadores), os Millonarios apresentam apenas uma mudança na equipe titular: Casco. O lateral esquerdo era titular absoluto e só não tinha jogado uma partida em 2020. 

Entretanto, a principal mudança no River vem do banco. Scocco e Quintero eram alguns dos jogadores que tinham o potencial de entrar e mudar a partida, mas hoje não fazem parte do elenco. Ambos eram peças importantes para a entrada durante a partida, principalmente no segundo tempo da equipe de Gallardo.

O provável River que irá enfrentar o São Paulo: Armani; Montiel, Quarta, Rojas (Pinola), Angileri ; I. Fernández, Enzo Pérez, De La Cruz, Álvarez; Suarez e Borré.

No lado do São Paulo, muitas mudanças. Do time que entrou em campo pelas duas últimas vezes antes da parada, contra LDU e Santos, são ao menos sete alterações na equipe titular.

Começando da zaga, a dupla Bruno Alves e Arboleda foi sacada e deu espaço para Léo e Diego Costa. No meio-campo, Dani Alves fora por lesão dará lugar a Gabriel Sara. No ataque Tricolor, Pato era titular, agora nem no clube está mais, assim como seu colega de posição, Antony. Com isso, Paulinho ganhou a vaga na parte ofensiva, enquanto outra vaga foi aberta no meio.

Hernanes, que será titular para a partida desta quinta-feira, iniciou no banco na última partida disputada pela Libertadores. Outra mudança, foi na lateral, o jovem Igor Vinícius é agora titular, na vaga de Juanfran.

Para a partida desta quinta, Diniz também não poderá contar com Luciano, já que ele estava envolvido na confusão do GreNal na Liberta e pegou um gancho de três partidas.

Para o reinício da Libertadores, o São Paulo virá com: Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Sara, Hernanes e Igor Gomes; Vitor Bueno e Paulinho (Pablo)

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo