Atlético-MG

Atlético-MG vence Fluminense novamente e avança na Copa do Brasil

Foto: Pedro Souza/Atlético

Atlético e Fluminense se enfrentaram pelo segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil. O Galo venceu o primeiro duelo por 2 a 1. No segundo, mais uma vitória atleticana, dessa vez por 1 a 0, com gol de pênalti do artilheiro Hulk.

O JOGO

O primeiro tempo começou bastante fraco, com os dois times se estudando e o Flu bastante recuado, apenas esperando o Galo. O alvinegro, no entanto, apenas administrou a partida, sem forçar muito o jogo ofensivo.

A partir dos 20 minutos, o tricolor se soltou mais e quase abriu o placar em cabeçada de Fred, mas Everson fez um milagre e salvou. O jogo então ficou mais animado, mas nem tanto. Com duas chances de batidas cruzadas para a área, o Galo quase abriu o placar, mas ninguém completou para o fundo das redes.

No segundo tempo, Cuca optou por Diego Costa no lugar de Vargas. Com cinco minutos, o camisa 19 quase deu duas assistências. Na primeira, Zaracho ficou a centímetros de completar para o gol. Na segunda, Nacho parou em Marcos Felipe.

Aos oito minutos, Mariano tentou cruzamento e a bola explodiu nos braços de Danilo Barcelos. Após revisão do VAR, o pênalti foi marcado. Hulk deslocou Marcos Felipe e abriu o placar para o Galo, que voltou muito mais ligado para a etapa final.

Com o gol do Atlético, o jogo se abriu mais e o próprio alvinegro aproveitou. A dupla Hulk e Diego Costa levou bastante perigo ao gol tricolor, mas sem conseguir balançar as redes novamente. Quem também levou perigo foi o zagueiro Igor Rabello, que acertou a trave em uma cabeçada. Na sequência, o jogo ficou mais morno, com o Flu aceitando a eliminação e o Galo sem forçar muito.

O Atlético chega a semifinal, recebe R$ 7,3 milhões e se mantém vivo nas três frentes: Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro. O Fluminense, agora, foca suas forças apenas para o Brasileiro.

SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top