Copa do Brasil

Réver comanda, Atlético-MG volta a bater o Remo e avança para as oitavas da Copa do Brasil

Sem grandes dificuldades, o Atlético venceu o Remo, por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, em duelo disputado no Mineirão, em Belo Horizonte. O Galo, que já havia vencido em Belém-PA, por 2 a 0, abriu o placar em Belo Horizonte nos primeiros minutos da partida, com Réver, e ficou tranquilo. Quase no intervalo, o Remo empatou com um golaço do zagueiro Romércio, mas na etapa complementar, Hulk, de pênalti, desempatou e garantiu o Alvinegro nas Oitavas de final da Copa do Brasil.

O Galo agora se prepara para o duelo contra o São Paulo, no Mineirão, mas pelo Campeonato Brasileiro. Pela Copa do Brasil, a equipe mineira aguarda o sorteio que será feito para conhecer o adversário.

O Jogo

O técnico Cuca surpreendeu na escalação. Ao contrário do esperado, o treinador colocou um time mais forte em campo, inclusive com as presenças de Nacho, Keno e Hulk.

O Atlético começou melhor a partida. Com mais intensidade, conseguia chegar com mais qualidade na frente. Aos 9, o Galo conseguiu  abrir o placar: em cruzamento na área, Rever desviou de cabeça e mandou para o fundo das redes.

Após o tento atleticano, a partida caiu em qualidade. O Remo não tinha forças para buscar o ataque com qualidade e o Galo trocava passes. Ficou um jogo morno até o fim da etapa inicial.

Mas antes do apito final, Romércio pegou uma bola de fora da área e soltou um forte chute e acertou o ângulo, diminuindo para o Remo.

Segundo tempo

O Atlético demorou os mesmos seis minutos da etapa inicial para desempatar o jogo. Em pênalti cobrado por Hulk, sofrido por Rever, o centroavante mandou para o fundo das redes, com muita qualidade.

O jogo voltou a ficar ruim, sem grandes oportunidades para um lado e outro. O técnico Cuca fez alterações, deu oportunidades que ele prometeu a Sasha, Savinho, mas a partida seguiu com pouca qualidade.

Aos 29, em bola na área, a redonda pegou na mão de Jair e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Gedoz chutou forte, mas Everson defendeu. Esse, inclusive, foi o momento mais emocionante após o segundo gol atleticano.

Sem grandes oportunidades, a partida terminou em 2 a 1 e o Galo se classificou com tranquilidade.

As últimas

To Top