Botafogo

Botafogo é dominado pelo Goiás em casa, perde mais uma e segue ladeira abaixo na Série B

(Vitor Silva / Botafogo F.R.)

Sem comando, sem rumo e ladeira abaixo. Essa a situação do Botafogo na Série B. Mesmo após a demissão de Marcelo Chamusca, o Alvinegro não consegue se encontrar na temporada e nesta terça-feira perdeu para o Goiás por 2 a 0, no Nilton Santos, pela décima terceira rodada da Segundona. O Glorioso chega ao quinto jogo sem vencer e acaba sendo derrotado pela primeira vez como mandante.

A derrota do Botafogo se desenhou ainda no primeiro tempo, que sem achar seu melhor ritmo e perdendo as poucas chances que teve, viu Rezende e Alef Manga colocarem o Goiás em vantagem tranquila. Vantagem essa que apenas foi administrada no restante da partida, porque apesar de empilhar atacantes no segundo tempo, o Esmeraldino esteve mais perto de fazer o terceiro do que o Alvinegro reagir na partida.

Sinal de alerta ainda mais ligado para o Botafogo que vê a zona de rebaixamento para Série C cada vez mais próxima. Já o Goiás segue olhando para cima da tabela e sonhando com o retorno para a primeira divisão Nacional.

QUEM NÃO FAZ, LEVA!

Mais uma vez o Botafogo tem uma chance clara de fazer um gol mas desperdiça. Chay deu uma bela enfiada para Pedro Castro que recebeu livre mas bateu em cima do goleiro. Em seguida, o Goiás abriu o placar com um gol de Rezende.

GOL CONTRA DO GRAMADO

O péssimo estado do gramado do Estádio Nilton Santos mais uma vez influenciou o resultado da partida. O segundo gol do Goiás foi de Alef Manga após fazer uma jogada pelo fundo e chutar em direção ao gol. Na trajetória, o gramado faz a bola subir e enganar o goleiro Diego Loureiro.

PRÓXIMOS DESAFIOS

O Botafogo volta a campo no próximo sábado (24) para enfrentar o Confiança, às 16:30h, no Batistão. Já o Goiás, volta a campo ainda nesta sexta-feira (23) para enfrenatrá a Ponte Preta, às 20h, no Moisés Lucarelli.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top