América-MG

Em jogo com expulsão e gol nos acréscimos, Chapecoense e América-MG empatam pelo Brasileirão

Márcio Cunha/Chapecoense

Na noite desta segunda-feira (16), Chapecoense e América-MG empataram pelo Campeonato Brasileiro. No confronto entre equipes da zona de rebaixamento, que ocorreu na Arena Condá, os times se mostraram nervosos, e o resultado terminou em 1 a 1. O Verdão do Oeste até abriu o placar com Anderson Leite, mas viu Kadu ser expulso e Rodolfo empatar nos acréscimos.

O resultado mantém um tabu incomodo da Chapecoense. O time da Arena Condá ainda não venceu no Campeonato Brasileiro, e amarga a lanterna com apenas cinco pontos. O rebaixamento parece questão de tempo, mas o Verdão do Oeste ainda tem esperanças de começar uma reação na próxima rodada. No sábado (21), o time catarinense visita o Atlético-GO.

O América-MG, por sua vez, perdeu a chance de sair da zona de rebaixamento. Com o empate diante da Chapecoense, estacionou na 18ª colocação, e se vê cada dia mais ameaçado. Para tentar reverter essa situação, e deixar o Z-4, o Coelho recebe o Red Bull Bragantino, na segunda-feira (23).

Para saber tudo do Campeonato Brasileiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Primeiro Tempo

O primeiro tempo foi fraco em termos de criação. Com os dois times pecando muito em saída de bola, o América-MG conseguiu mais concisão no ataque até metade da primeira etapa, quando a Chapecoense se soltou no jogo. Fernandinho, em certo momento, conseguiu sair nas costas da zaga da equipe mineira, ainda se livrou de 2 marcadores e saiu cara a cara com Matheus Cavichioli, que teve frieza para ficar parado e fazer a defesa, na melhor chance da Chapecoense em todo o primeiro tempo. O lance de destaque foi a polêmica não-expulsão de Alan Ruschel, do América. Ao dar um carrinho por trás em Geuvânio, matando o contra ataque da Chapecoense, Alan Ruschel recebeu um cartão vermelho direto, sem hesitação do árbitro. Porém, após revisão do VAR, o juiz mudou de ideia e aplicou somente o cartão amarelo ao atleta.

Segundo Tempo

No segundo tempo, a dinâmica do jogo mudou. O América continuou na pressão, afinal poderia sair da zona de rebaixamento com a vitória, mas a Chapecoense demonstrou reação com a entrada de Bruno Silva no lugar de Fernandinho. Aos 14 minutos do segundo tempo, o zagueiro Kadu, da Chape, cometeu falta em Ramon, também parando um contra ataque. O juiz marcou apenas a falta, mas também foi chamado para conferir o lance no VAR, e apresentou o vermelho direto ao atleta da equipe catarinense. Após isso, o América atacou, mas a Chape também criou chances, principalmente com Bruno Silva, mesmo com a desvantagem numérica da equipe. Aos 42, o capitão Anderson Leite recebeu bola aérea, fez um desvio sutil e conseguiu abrir o placar para o Verdão do Oeste. Porém, com a pressão do Coelho, e após cruzamento rasteiro vindo praticamente da linha de fundo, Rodolfo conseguiu empatar o jogo para o América-MG. Mesmo com os 11 minutos de acréscimo, nenhum dos dois times aprontou mais nada, e a partida acabou no empate.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top