Automobilismo

Max Verstappen lidera de ponta a ponta e conquista Grande Prêmio da Áustria

Max Verstappen Grande Prêmio da Áustria
Foto: Divulgação/Red Bull Racing

Max Verstappen ratificou seu domínio na temporada vencendo o GP da Áustria de ponta a ponta neste domingo (04). O holandês não deu qualquer chance, disparou na ponta e abriu distância na liderança do campeonato, em uma prova marcada por boas disputas e punições.

Com a vitória, Verstappen tem 182 pontos, contra 150 de Lewis Hamilton, que terminou fora do pódio, superado por Valtteri Bottas e um valente Lando Norris, da McLaren. A Red Bull também abre vantagem no Mundial de Construtores: 286 a 242 para a rival alemã.

VERSTAPPEN DEIXA A BRIGA PARA TRÁS

O único trabalho de Verstappen foi segurar Norris na largada. Hamilton atacou Perez, mas não conseguiu passar. Nesse ponto da primeira volta, Esteban Ocon ficou espremido entre uma Haas e uma Alfa Romeo, quebrando a roda. O Safety Car foi acionado.

Na relargada, Bottas passou Hamilton, mas devolveu logo depois. Enquanto isso, Perez atacou Norris, os dois pilotos se tocaram e o mexicano foi para a brita, caindo para 10°. A manobra rendeu uma punição de cinco segundos para o piloto do carro papaia. Verstappen disparou, enquanto Hamilton ficou preso atrás de Norris. Punido, o piloto da McLaren decidiu não forçar mais a defesa e Hamilton passou: o desafio era reduzir a distância de 10 segundos para o holandês.

O inglês não conseguiu cumprir a missão. Pior, tomou pressão de Bottas, já depois da metade da prova. Autorizado pela equipe, o finlandês partiu pra cima e ultrapassou o companheiro. Pouco depois, o heptacampeão não resistiu e sucumbiu ao inglês da McLaren, que escalou o grid.

FAÍSCA ENTRE PÉREZ E LECLERC

A grande disputa da prova ficou entre Sergio Pérez e Charles Leclerc. Os dois dividiram curva, chegando a tocar rodas. O monegasco passou pela brita, em um lance muito parecido com o do mexicano, algumas voltas mais cedo. Da mesma forma, Pérez também foi punido em 5 segundos.

Poucas voltas depois, nova faísca. Pérez e Leclerc dividiram outra curva, com o monegasco passando pela brita mais uma vez. O lance gerou nova punição para Checo e muita reclamação nos rádios. Dois pilotos merecem destaque pela corrida de recuperação. Daniel Ricciardo largou atrás, em 13º, e foi escalando o grid, até ficar em 5° lugar. Terminou a prova em 7º, em um excelente trabalho de recuperação.

Outro piloto que pode comemorar o resultado é Carlos Sainz, da Ferrari. Largando em 10º, o espanhol utilizou uma estratégia diferente, com pneus duros e colheu bons frutos. No fim da prova, ainda ultrapassou o companheiro de Ferrari e terminou em 5º.

Na última volta, Raikkonen cometeu uma barbeiragem e acertou Sebastian Vettel, que estava ultrapassando de forma limpa. George Russell bateu na trave na tão sonhada pontuação: em 10º, segurou o quanto pode o bicampeão Fernando Alonso, mas não resistiu à agressividade do espanhol, que chegou a tocar na Williams do inglês.

Na lista dos punidos, Yuki Tsunoda e Antonio Giovinazzi. O japonês passou na linha branca da saída do pitlane (considerada uma manobra perigosa) e o italiano ultrapassou enquanto o Safety Car ainda estava na pista. Lá atrás, Nikita Mazepin seguia seu calvário na Haas, ficando 45 segundos atrás do companheiro de equipe, Mick Schumacher.

A próxima corrida acontece em duas semanas, em Silverstone. A corrida na Inglaterra tem uma novidade: será a primeira vez que o grid de largada será decidido por meio de uma Classificação Sprint, no sábado.

Confira como foi o tempo real do Esporte News Mundo para o Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top