Conmebol Libertadores

Nos pênaltis, Internacional é eliminado da Libertadores pelo Olimpia

Ricardo Duarte/Internacional

Internacional e Olimpia se enfrentaram pela partida de volta das oitavas de final da Libertadores, nesta quinta-feira (22). O duelo, que aconteceu no Beira-Rio, foi repleto de emoção, e terminou decidido nos pênaltis. Depois de um 0 a 0 no tempo normal, com penalidade desperdiçada por Edenilson, o colorado foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores nos pênaltis.

Com a classificação, o Olimpia já sabe que enfrentará o Flamengo nas quartas de final da Libertadores. A data e hora exata do confronto ainda não foram oficializadas pela Conmebol, mas o calendário aponta para a ida sendo disputada daqui há três semanas. Por ter pior campanha, o time paraguaio abre a disputa em Assunção e decide no Maracanã.

Agora eliminado da Libertadores, o Internacional precisará focar exclusivamente no Brasileirão. Após um início ruim, a equipe precisa se ajeitar ao estilo de Diego Aguirre, para tentar de distanciar da zona de rebaixamento. O próximo adversário colorado é o Athletico, na Arena da Baixada, no domingo (25).

Para saber tudo da Copa Conmebol Libertadores da América, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

PRIMEIRO TEMPO DE PRESSÃO E GOLS PERDIDOS

Desde o primeiro minuto, o Internacional buscou a pressão ofensiva, para abrir o marcador. No entanto, parou em seus próprios defeitos. Foram pelo menos 6 chances claras de gols desperdiçadas. Em uma delas, Galhardo, na cara de Aguilar, preferiu tentar um pênalti do que finalizar com qualidade. Além disso, na única vez que o colorado conseguiu marcar, com Taison, o lance foi anulado por impedimento de Thiago Galhardo na origem. Tivesse tido um pouco mais de precisão na finalização, o colorado poderia ter ido para o intervalo goleando, mas não conseguiu sair do 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO DE ATAQUE E PÊNALTI DESPERDIÇADO

O segundo tempo foi muito parecido com o primeiro. O Internacional buscou o ataque a todo o instante, mas pecou demais na finalização, principalmente com Thiago Galhardo. Todavia, a melhor chance desperdiçada foi com Edenilson. Após Taison ser derrubado na área, o árbitro marcou pênalti, e coube ao volante cobrar. Na cobrança, ele tentou deslocar Aguilar, mas o arqueiro pulou para o canto certo e garantiu o empate sem gols, levando a decisão para as penalidades.

ELIMINAÇÃO NOS PÊNALTIS

Pressionado após diversos gols perdidos no tempo normal, até que o Inter não sucumbiu nas penalidades. Até a última cobrança, Edenilson, Boschilia, Moisés e Maurício converteram. No entanto, o Olimpia também não errou nada. E então foi a vez de Thiago Galhardo. O atacante, que já havia perdido várias oportunidades no tempo normal, falhou de novo. Com força, mandou sobre o gol de Aguilar para, na sequência, Derlis González decretar o 5 a 4 e a eliminação colorada.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top