Futebol Internacional

Em jogo eletrizante no Anfield, Liverpool vence o Milan de virada na abertura do grupo B da Champions

Foto: Imago Images

O Liverpool venceu o Milan de virada por 3 a 2 no Anfield nesta quarta-feira (15) e abriu a fase de grupos da Uefa Champions League com vitória para cima da equipe italiana. Os gols do jogo foram marcados por Tomori (contra), Salah e Henderson para os Reds e Rebic e Díaz descontaram para os visitantes.

PRIMEIRO TEMPO ELETRIZANTE

O Liverpool começou o jogo em um ritmo absurdo. Com muita pressão e volume, o gol saiu com Trent Alexander-Arnold, aos nove minutos da primeira etapa. O ala-direito conduziu a bola para dentro da área e finalizou alguns metros antes da linha de fundo, a bola desviou em Fikayo Tomori e o goleiro Mike Maignan não teve chances de defender. Apesar da finalização do lateral inglês, a arbitragem definiu como gol contra do zagueiro Tomori.

Diogo Jota e Divock Origi também tiveram boas chances e o artilheiro Mohammed Salah chegou a perder um pênalti, conquistado após uma finalização de Andrew Robertson bater no braço de Ismael Bennacer. O ritmo do Liverpool caiu após a metade do primeiro tempo e o Milan pôde acalmar mais o jogo.

Com a partida mais tranquila, o Milan, que até então não havia levado perigo ao gol dos Reds, precisou de apenas uma chance para empatar a partida. Aos 42 minutos do primeiro tempo, Rafael Leão achou Ante Rebic dentro da área. O croata finalizou no canto esquerdo de Alisson e igualou o placar. Logo após o empate, veio a virada. Novamente na figura de Rafael Leão, o Milan puxou um contra-ataque mortal e, no rebote de Bennacer, Brahim Diaz empurrou a bola para o fundo das redes aos 43 minutos.

LIVERPOOL RETOMA CONTROLE E (RE)VIRA O JOGO

O segundo tempo retomou eletrizante e logo de cara o Milan marcou um gol corretamente anulado pelo bandeirinha em jogada de escanteio, mas o Liverpool não demorou para responder. Aos 3 minutos da segunda etapa, Salah recebeu grande bola de Origi, ficou cara a cara com o goleiro e marcou o gol de empate. O bandeira assinalou impedimento, mas o VAR validou o gol em uma situação milimétrica.

Novamente, o jogo ficou morno, mas o Liverpool ainda apresentava certa superioridade, até que Jota teve chute travado dentro da área e gerou um escanteio para os donos da casa.

Na batida do escanteio de Arnold, a defesa do Milan rebateu, mas Jordan Henderson estava na entrada da área para pegar a segunda bola. De bate pronto, o capitão finalizou no canto direito, sem chances para Maignan, e virou a partida aos 23 do segundo tempo.

Depois do gol do Liverpool, o Milan não conseguiu levar perigo como fez no primeiro tempo. O clube italiano até ensaiou uma pressão, mas ela ainda foi mais vantajosa para o time mandante, que perdeu dois bons contra-ataques. Com isso, o placar não teve mais alterações. 3 a 2 para o Liverpool em um jogaço entre dois dos maiores clubes da Europa e muita expectativa pelas disputas no grupo da morte.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top