Atlético-MG

Com pênalti perdido por Hulk, Palmeiras e Atlético empatam sem gols; decisão fica para o Mineirão

Foto: Cesar Grecco / Palmeiras

Palmeiras e Atlético-MG empatam em 0 x 0 no Allianz Parque, na noite desta terça-feira (21). Em um jogo truncado, e praticamente sem oportunidades para ambos os lados, no todo o Atlético foi superior ao verdão. O lance capital da partida foi o pênalti perdido pelo Hulk aos 40 da primeira etapa, a decisão acabou ficando para a próxima terça feira(28), no estádio do Mineirão.

Primeiro tempo

Em um primeiro tempo truncado, a melhor oportunidade de gol foi um pênalti desperdiçado por Hulk. O confronto não teve muitas oportunidades de gol na primeira etapa da decisão, a primeira chance de gol foi do Atlético-MG com o lateral-direito Guilherme Arana. Em jogada rápida aos 13 minutos, o jogador driblou o zagueiro Gustavo Gomes e finalizou para fora. A única chegada ao ataque do Palmeiras aconteceu aos 29 minutos, em falta cobrada por Raphael Veiga, Gustavo Gomes cabeceou por cima do gol de Everson. Aos 40 minutos o lance mais importante do primeiro tempo: Em bola cruzada para área, Gustavo Gomes derrubou o atacante Diego Costa e o pênalti foi marcado para o Atlético-MG. Na cobrança, Hulk conseguiu deslocar o goleiro Weverton, mas tirou demais e a bola acabou indo na trave. O Galo foi superior ao Verdão no primeiro tempo que acabou 0 a 0.

Segundo tempo

Assim como acabou o primeiro tempo, o Atlético voltou melhor na segunda etapa, mas logo aos três minutos, Hulk tentou uma finalização de muito longe, a bola acabou indo por cima do gol. O galo chegou novamente aos 25 minutos, no rebote de um escanteio, Mariano finalizou para fora. Depois, mais uma boa oportunidade para o Atlético-MG: Aos 36 minutos, Hulk cobrou falta com muita força, assustando o goleiro Weverton. O Atlético foi superior novamente na segunda etapa, mesmo com um jogo de poucas oportunidades. O placar não saiu do zero.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top