Conmebol Libertadores

No sufoco, Fluminense suporta pressão do Santa Fe, vence fora de casa e assume liderança do grupo na Libertadores

(LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

O espírito do time de guerreiros do Fluminense se fez presente na Colômbia nesta quarta-feira. Em jogo que parecia tranquilo, o Tricolor acabou se complicando com a expulsão de Egidio, mas conseguiu segurar com garra a vitória por 2 a 1, sobre o Santa Fe e assumiu a primeira colocação do grupo D da Libertadores.

E quando o Fluminense mais precisa, Fred sempre está lá. A noite foi de marcas históricas para o camisa 9. Com os dois gols marcados na Colômbia, o atacante chegou a 185 e agora é o segundo maior artilheiro da história do time das Laranjeiras. De quebra, também subiu para quarto na lista dos marcadores brasileiros na Libertadores. Giraldo fez o gol de honra dos Colombianos.

Outro destaque positivo e que merece todos os elogios foi o goleiro Marcos Felipe. Cada vez mais consolidado como titular da meta tricolor, o arqueiro fez defesas importantes e tem parcela essencial na vitória do Flu. Nota negativa para Egidio, que vinha bem na partida, tendo inclusive dado assistência para o segundo gol de Fred, mas acabou expulso e quase complicou o triunfo do Fluminense.

Com a vitória, o Fluminense assume a liderança do grupo D da Libertadores, ao lado do River Plate, com quatros pontos em dois jogos. Agora, o Tricolor volta todas as suas atenções para o Campeonato Carioca, onde no domingo, terá pela frente a Portuguesa, no primeiro jogo da semifinal do Estadual, às 16h, no Maracanã.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Para saber tudo sobre a Conmebol Libertadores, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top