Campeonato Mineiro

Hulk comanda ataque, Matheus Mendes entra e salva, e Atlético abre larga vantagem por vaga na final do Mineiro

Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Clube Atlético Mineiro

Em partida muito movimentada, o Atlético-MG bateu o Tombense por 3 a 0, no estádio Independência e colocou um pé na final do Campeonato Mineiro. O Galo, com a vitória, pode perder por até três gols de diferença na partida de volta que ainda se classifica. As equipes se enfrentam novamente no próximo domingo (8). O placar elástico neste primeiro jogo das semifinais do Estadual foi tudo que o Atlético-MG queria, pois a equipe divide as atenções com a Copa Libertadores neste mês de maio e poderá poupar jogadores titulares para o jogo da volta no outro sábado.

O placar em Belo Horizonte foi aberto aos 15 minutos do primeiro tempo por Hyoran. Após receber bom passe de Hulk, o jogador, hoje atuando pela esquerda do ataque alvinegro, limpou a marcação na grande área e bateu rasteiro, estufando as redes do time de Tombos.

O segundo do Atlético-MG também teve participação do homônimo do herói dos quadrinhos. Hulk sofreu pênalti e Guga pediu a bola para fazer 2 a 0 para o Galo ainda na etapa inicial.

Completando uma atuação praticamente perfeita, Hulk chegou ao gol. E bem a seu modo. Em contra-ataque do Atlético, o atacante soltou a bomba do meio da rua, pegou o goleiro Felipe mal posicionado, e fechou o marcador no Independência.

Mas apesar dos gols e a vitória larga, quem terminou em destaque foi o jovem goleiro Matheus Mendes, que entrou no segundo tempo após a expulsão do Everson e fez uma linda defesa na cobrança de pênalti de Keké, do Tombense, além de outras duas defesas difíceis.

Inclusive, Matheus Mendes certamente será o titular no jogo da volta já que Rafael está lesionado e passará por cirurgia e Everson está suspenso. O goleiro, que é cria da base do Atlético, foi uma grata surpresa, em um momento crucial.

A vitória sobre o Tombense marcou também a volta de Diego Tardelli, que ficou quase dois meses fora dos gramados e voltou a ser relacionado, além de entrar no segundo tempo. O contrato do atacante com o Atlético vai até o final deste mês de maio.

O destaque negativo foi, mais uma vez, o volante Tchê Tchê, que falhou na defesa e deixou dois atacantes do Tombense cara a cara com Everson, que teve que fazer o pênalti.

As últimas

To Top