Ponte Preta

Apodi emplaca décimo jogo como titular na Ponte Preta e fica em alta com Brigatti

Apodi supera críticas e vive bom momento pela Ponte Preta no ano | Crédito: Luiz Guilherme Martins / AA Ponte Preta

Apesar das incertezas até a retomada do Campeonato Paulista no mês de julho, Apodi se firma de vez na lateral-direita da Ponte Preta.

Bancado pelo técnico João Brigatti, camisa 22 ganhou vaga na função de origem após testes sem sucesso no ataque com Gilson Kleina e vive o melhor momento pela Macaca na temporada.

LEIA MAIS: Ex-Ponte Preta, Henrique Trevisan é anunciado como reforço de clube português

O jogador, desde o reinício do Estadual no mês anterior, participou de todas as dez partidas disputadas pela Alvinegra na condição de titular.

“Apodi vem se comportando muito bem. Ele é um atleta experiente e sabe dosar tanto a subida no ataque quanto o defensivo também. Enfim, é um jogador que está nos ajudando bastante e está muito motivado”, elogiou o treinador Brigatti, em coletiva de imprensa.

“Eu acho que conseguimos, juntamente com os outros atletas, resgatá-lo de uma situação difícil antes da pandemia. Acredito que, em relação ao elenco, temos um grupo um grupo forte”, acrescentou o comandante, após vitória em cima do Afogados da Ingazeira.

RESUMO

Em pouco mais de um mês, só foi substituído em três compromissos, recebeu dois cartões amarelos e ainda contribuiu com duas assistências a gol – Bruno Rodrigues (Novorizontino) e Matheus Peixoto (CSA).

Com 20 jogos em 2020, Apodi é dono do setor com certa ‘folga’, haja vista Matheus Alexandre, outra opção do treinador na lateral, sequer é relacionado e está fora dos planos para Série B do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Caso fique de fora, o volante Dawhan e o zagueiro Léo podem desempenhar o papel de forma improvisada.

PROCURANDO

Com Jeferson cedido ao Botafogo-SP até janeiro de 2021, time campineiro está no mercado em busca de um novo lateral-direito há mais de três meses, porém tem dificuldades na caça pela peça ideal.

Outro ponto interessante é a ‘superação’ de Apodi a partir do início da pandemia.

Para quem não se lembra, o ala teve lesão em fevereiro e ficou fora de combate por pouco menos de 20 dias.

O retorno foi no segundo tempo do Dérbi 196, em 16 de março, quando entrou visivelmente fora de ritmo e foi um dos crucificados pela torcida por revés de virada diante do rival Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa.

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Apodi emplaca décimo jogo como titular na Ponte Preta e fica em alta com Brigatti | DF MANCHETES

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top