Ponte Preta

Apodi revela mudança tática na Ponte Preta: ‘Livre para entrar na área’

Apodi revela mudança tática na Ponte Preta: 'Livre para entrar na área'
Crédito: Diego Almeida / AA Ponte Preta

As quatro semanas voltadas exclusivamente aos treinamentos, em meio à paralisação do Campeonato Paulista, foram suficientes para Apodi ganhar nova função na Ponte Preta.

Titular absoluto desde o ano passado, lateral-direito recebeu novas determinações do treinador Fábio Moreno a serem executadas na Macaca.

+ Ponte Preta registra João Victor no BID e libera reforço para sequência do ano

“O Fábio tem dado bastante liberdade na parte ofensiva. Ele tem deixado bastante livre para eu poder entrar na área, quando tem jogada, principalmente do lado oposto. Eu tenho a minha função, é claro, que é defensiva. Então, na verdade, a gente espera estar sempre bem. Esse é o objetivo”, comentou o ala, em coletiva de imprensa virtual.

“É estar bem fisicamente e tecnicamente para que, dentro do jogo, a gente possa ajudar, independentemente que seja de um lateral, um falso lateral ou um falso ponta, como falam. O importante é estar bem e ajudar a equipe quando for necessário para, dentro dos jogos, conseguir as vitórias”, acrescentou.

PONTO FRÁGIL

A lateral-direita é, há tempos, a principal carência para Ponte Preta fechar o elenco na disputa do Campeonato Paulista.

Com Apodi como única peça de ofício, Departamento de Futebol vasculha o mercado, após anunciar os atacantes João Victor e Niltinho, para fechar na lista do Estadual – as demais opções são os volantes Dawhan e Marcos Júnior, que atuariam improvisados.

“Em relação à carência na lateral-direita, é claro que eu sou o jogador de ofício, mas tem outros jogadores que podem fazer. A Ponte está se movimentando para buscar mais peças. Acabaram de chegar jogadores para outras posições também. É sempre importante ter um elenco forte, porque há muitas competições importantes”, alertou Apodi.

“É claro que o nosso objetivo é sempre chegar no topo, então você vai precisar de jogadores em todas as posições para que mantenham o nível durante toda a competição”, completou.

FUTURO

Enquanto se concentra para enfrentar o Criciúma, na segunda fase da Copa do Brasil, Apodi comentou a respeito da paralisação do Paulista e o futuro incerto da Ponte Preta na temporada.

“É uma situação não vou dizer delicada, porque cada um está procurando fazer o seu melhor. Os clubes necessitam, e a Federação (Paulista) também. Cabe a nós, jogadores, fazer o nosso trabalho e treinar. Estamos liberados para fazer isso. Fica bem como equipe e fisicamente. Se a decisão for para que a gente tenha que atuar, então vamos atuar. É estar no nível mais alto, porque a gente sabe que, sempre quando você entra em campo, tem que buscar as vitórias”, fechou.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top