Futebol Internacional

Após confronto pela Champions League, Guardiola e Pochettino falaram com a imprensa. Confira o que disse classificado e eliminado

Guardiola e Pochettino
Foto: Nigel French via Imago Images

Nesta terça-feira (04) o mundo do Futebol parou novamente para assistir Manchester City contra o PSG. E não deu para o clube de Paris, com dois gols de Mahrez, o time comandado por Pep Guardiola avançou para disputar a sua primeira final de Champions League. O time já levantou na temporada a Copa da Liga Inglesa e faltam apenas três pontos para confirmar a Premier League. Enquanto o PSG corre atrás do Lille na Ligue 1. Confira o que falou cada treinador.

– É a primeira final europeia para todos nós e para o clube. Estou extremamente orgulhoso e meus primeiros pensamentos são com os jogadores que não jogaram hoje. Todos eles mereciam jogar, todos deram sua contribuição e agora é hora de aproveitar. Temos que ganhar o Campeonato Inglês e temos duas ou três semanas para nos preparar para a final. Lutamos juntos e estamos na final da Liga dos Campeões. As pessoas acreditam que é fácil chegar à final da Champions. Chegar à final agora faz sentido do que temos feito nos últimos quatro ou cinco anos. Todos os dias esses caras têm sido consistentes e isso é notável – falou o treinador do City.

Pochettino assim como o PSG buscava chegar a sua segunda final de Champions League e consequentemente levantar o primeiro troféu. O argentino que assumiu no lugar de Thomas Tuchel comentou o seguinte depois da partida.

– Jogamos o jogo que planejávamos. Começámos muito bem, criando oportunidades e dominando o Manchester City. Isso não é fácil. Poucos podem dominar uma equipe como o Manchester City. – Às vezes, no futebol, você precisa de uma porcentagem de sorte em alguns períodos do jogo. No final, eles foram clínicos. Eles marcaram de uma situação em que estávamos pressionando alto, com uma bola longa.  Tenho de dar os parabéns ao Manchester City porque está a fazer uma época fantástica. Depois de seis ou sete temporadas de trabalho, Pep está indo bem. Ao mesmo tempo, temos orgulho de nossos jogadores e de nossa equipe. Ao longo dos 180 minutos, por 40 ou 45 minutos jogamos com dez homens. Essa é uma vantagem enorme. Isso é futebol, mas competimos e estivemos sempre em jogo. Não era para nós esta noite ou na noite anterior, quando tocamos em Paris – disse o argentino.

Pochettino e Guardiola já haviam sidos adversários em 2019. Na ocasião o Tottenham eliminou o City, após vencer o primeiro jogo por 1 a 0 e perder na volta por 4 a 3. Avançando pelos gols marcados fora de casa.

+Thomas Tuchel elogia Sergio Ramos: “É capitão da equipe de maior sucesso na década”

+Thierry Henry e Alan Shearer são homenageados no Hall da Fama da Premier League

+Pep Guardiola e Klopp discordam do novo formato da Champions League

Para saber mais sobre Futebol Internacional , siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e no Youtube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top