Santos

Após derrota do Santos, Jean Mota vira a chave para a Libertadores: “Jogo do ano”

O Santos perdeu para o Athletico-PR, por 1 a 0, neste sábado, na Arena da Baixada, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O auxiliar Marcelo Fernandes preferiu escalar um time alternativo já visando o duelo da Libertadores, contra a LDU, daqui três dias, em Quito.

E os jogadores do Santos têm o mesmo pensamento. Minutos após o placar final, o meia Jean Mota já virou a chave para a competição continental e classificou a partida contra a equipe equatoriana com “o jogo do ano”. Além disso, lamentou a falta de ritmo depois de se recuperar da Covid-19.

“Pouco sem ritmo, normal, ficamos 10 dias sem treinar, sem fazer nada. Era um jogo difícil. A gente tem um jogo muitíssimo importante agora. Claro que a gente queria uma vitória pra subir na tabela, mas agora temos a Libertadores. A gente tem o jogo do ano para levar a vantagem pra casa”, citou Jean, antes de reforçar o discurso e prever um desgaste maior na altitude de 3.500 metros na terça-feira.

“Sim, 10 dias sem treinar, tivemos dois treinos só. É muito difícil jogar os 90. Tem a altitude lá, o desgaste será grande. Tínhamos certeza que os meninos fariam um bom jogo aqui. Infelizmente não conseguimos a vitória”, acrescentou o meia.

O Santos perdeu a oportunidade de colar mais ainda nos líderes do Brasileirão. A derrota fez o Alvinegro estacionar na sexta colocação, com 34 pontos.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top