Juventude

Após eliminação do Juventude na Copa do Brasil, Marquinhos Santos diz que falta de finalizações prejudicou o time

Reprodução/ Juventude

O Juventude perdeu para o Vila Nova e foi eliminado da Copa do Brasil. O Papo entrou em campo na noite desta quinta- feira (08), pela segunda fase da Copa do Brasil. O time guiado pelo técnico Marquinhos Santos jogou na casa do adversário, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, e o jogo finalizou em 1 a 1. A decisão, então, foi para os pênaltis, e o Tigre venceu por 4 a 3, após Júnior Todinho chutar para fora na última cobrança.

 Ao término da partida, o técnico Marquinhos Santos, como é de praxe, foi para a coletiva. Ele comentou sobre a falta de passes precisos e finalizações durante a partida, principalmente no segundo tempo.  Além disso, o treinador elogiou o comandante adversário, Wagner Lopes.

– Nós sabíamos o quanto teríamos dificuldade, uma vez que as equipes montadas pelo Wagner tem uma compactação defensiva muito boa e nós jogamos praticamente 45 minutos no campo do adversário. Faltou no meu ponto de vista terminar mais a jogada, arriscar mais, finalizar mais. Nós pedimos e treinamos isso. Como nós não tivemos jogadas com profundidade em função da marcação do adversário, foi pedido isso e faltou esse passe das jogadas construídas por dentro, principalmente, a finalização ao gol, não só no primeiro tempo como também no segundo tempo – argumentou o técnico Marquinhos Santos.

Marquinhos Santos comenta expectativa com as substituições no segundo tempo

E eliminação, no entanto, não teria passado apenas pela falta de finalizações. Na coletiva, o técnico Marquinhos Santos admitiu que as substituições, feitas no segundo tempo, não surtiram o efeito esperado. Até mesmo Júnior Todinho, que entrou somente para a disputa de penalidades, acabou errando a finalização, o que resultou na eliminação do Papo.

– Ficou um jogo de transição, principalmente no segundo tempo, tanto de um lado quanto do outro. Estávamos sempre correndo para nos recompor, baixar as linhas, sempre correndo atrás do Vila quando perdíamos a bola. As substituições ocorreram justamente para podermos ter um poder maior defensivamente, ficar com a bola novamente no campo do adversário. Coisa que não aconteceu. Infelizmente no jogo de hoje, nós não tivemos um bom comportamento, que fez que, no segundo tempo, não repetíssemos o que foi feito no primeiro por vários aspectos. Entra também a questão dos desgastes. Desde o inicio do segundo tempo voltamos com uma postura muito abaixo em comparação ao primeiro tempo – finalizou o treinador Marquinhos Santos.

Com a vitória do Vila Nova, o Juventude está eliminado da Copa do Brasil e continua jogando, por enquanto, apenas no Campeonato Gaúcho. Ainda faltam dois jogos para o término da primeira fase, e o Papo está fora da zona de classificação para as semifinais. Caso a e nova eliminação se confirme, o Ju ficará quase um mês sem atuar, até o início do Campeonato Brasileiro.

Para saber tudo do Juventude, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top