São Paulo

Após eliminação, Raí define a derrota: “Inesperada”

Foto: Reprodução/SPFCTV
— Continua depois da publicidade —

Após a derrota vexatória contra o Mirassol, em pleno Morumbi, jogadores e dirigentes do São Paulo prestaram esclarecimentos sobre o ocorrido. A eliminação aconteceu na última quarta-feira (29) e desde então a torcida cobrava algum posicionamento dos responsáveis.

Na noite desta sexta-feira (31), o São Paulo divulgou uma entrevista com os dirigentes Raí e Alexandre Pássaro. Em tom de lamento, Raí definiu a eliminação “Toda desclassificação é dolorida, principalmente quando a gente pensa na torcida. Essa eu diria que é a mais inesperada, primeiro pelo nível que o time estava antes da parada e pelas dificuldades que essa paralisação trouxe para o Mirassol.”

A opinião foi compartilhada pelo gerente executivo Alexandre Pássaro, que definiu a derrota como ‘fiasco’

“A decepção é gigantesca. Um resultado que nem nos piores pesadelos a gente esperava. Com todo respeito ao Mirassol, mas o São Paulo não pode perder para o Mirassol, ainda mais com todas as condições de perda de elenco, nível técnico que existe entre as duas equipes. Foi um verdadeiro fiasco, que gera uma revolta gigantesca. Agora cabe a gente trabalhar ainda mais, corrija os erros para que isso nunca mais volte acontecer. Que a gente nunca mais sinta esse gosto amargo, nem a torcida.”

Jejum de títulos

Após a eliminação no Paulistão 2020, o Tricolor completou 15 anos sem conquistar o torneio. Além disso, neste ano completam 8 anos sem nenhum título, o último conquistado foi a Copa Sul-Americana de 2012. Raí também comentou sobre a seca de troféus vivida pelo Tricolor

“Todos os clubes grandes passam por secas desse tipo e quando tem um período tão longo assim, tem que avaliar tudo, desde os detalhes, o que falta. Mas também avaliar, repensar, e ver o que pode melhorar em todos esses níveis. Mas agora temos que focar nessa temporada, que é totalmente atípica, mas com totais condições de se recuperar.”

Por conta do vexame, parte da torcida passou a pedir a demissão de Raí, Pássaro e Lugano. Entretanto, o diretor executivo de futebol não pretende deixar o clube “Isso nunca passou pela minha cabeça, to aqui focado no trabalho, discutindo com toda a equipe. A gente acredita em fazer um bom e um grande final de ano e é isso que estamos focados agora.”

Para saber tudo sobre o SÃO PAULO, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook.

Vários comentários

2 Comments

  1. Pingback: Depois de vexame, jogadores do São Paulo se pronunciam: 'O sentimento é de vergonha' - Esporte News Mundo

  2. Pingback: Sem títulos há oito anos, São Paulo soma segundo maior jejum da história

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo