Guarani

Após empate, Ricardo Catalá despista sobre pressão no Guarani: ‘Me preocupa zero’

Ricardo Catalá tem apenas uma vitória em seis jogos à frente do Guarani | Crédito: David Oliveira / Guarani FC
— Continua depois da publicidade —

Apesar de início de trabalho, Ricardo Catalá já sofre grande pressão à frente do comando do Guarani.

Contratado há um mês, treinador não escapou das cobranças da imprensa depois do empate em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, na última terça-feira à noite, e negou se sentir pressionado no Bugre.

LEIA MAIS: Expulso, Marcelo fica de fora do Guarani e não enfrenta o América-MG no sábado

“Me preocupa zero. A pressão de um clube deste tamanho é inerente a tudo o que acontece aqui, ao tamanho do clube, à minha profissão e ao meu cargo. Então a minha preocupação é trabalhar e procurar alternativas para que a equipe possa vencer partidas”, declarou, em coletiva.

“Eu me sinto zero ameaçado. Eu acho que toda a pressão que existe é inerente ao meu cargo. Estou tranquilo para assumi-la e continuar trabalhando à frente da equipe”, acrescentou.

PELA TANGENTE

Catalá saiu pela tangente ao ser questionado para explicar por que o torcedor poderia confiar que o Guarani não seria rebaixado com o atual elenco e comando técnico.

“Esse é o tipo de pergunta que não tem uma resposta objetiva. Nós estamos trabalhando. Nós temos criado muitas oportunidades em algumas partidas e, em outras partidas, nós não criamos tanto. É uma oscilação normal de uma equipe que está embaixo na tabela”, falou.

“O que eu peço para o torcedor é que ele confie, que ele acredite, que ele apoie e que ele incentive os jogadores. É dizer que a responsabilidade do resultado é 100% minha. Os atletas fizeram aquilo que eu pedi. Eles se dedicaram, eles correram e eles se entregaram e, infelizmente, o resultado não veio”, completou.

E AGORA?

Com novo tropeço no Brinco de Ouro da Princesa, o Guarani retorna à zona de rebaixamento, graças às vitórias de Botafogo-SP e CSA e ocupa, provisoriamente, o 17º lugar, com dez pontos.

O time campineiro volta a campo no próximo sábado, quando visita o América-MG, a partir das 11h, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top