Futebol Internacional

Após ser contra a vacina e ter sequelas da Covid, Kimmich resolve se vacinar

Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images

O alemão Joshua Kimmich foi alvo de muitos debates nas últimas semanas na Europa após ter contraído a Covid-19 e ter ficado com algumas sequelas da doença. O jogador de 26 anos foi um dos jogadores do Bayern de Munique que liderou o posicionamento contrário à vacinação, mas agora vai fazer o uso do imunizante. A confirmação foi feita numa entrevista à “ZDF”, que já divulgou partes da conversa.

Esta será a primeira vez que Kimmich vai falar abertamente sobre o fato de ser contra a vacina e tudo o que envolveu o seu período de isolamento. Além disso, o jogador só voltará a ter condições de jogo em 2021, já que teve como sequela algumas infiltrações no pulmão e vem fazendo um tratamento específico, sem poder atuar em alto nível.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

— No geral, era difícil demais para lidar com o meu medo e as minhas preocupações. Foi por isso que fiquei durante tanto tempo indeciso (sobre tomar ou não a vacina) — explicou Kimmich ao canal de televisão alemão.

O jogador do Bayern não atua desde o dia 06 de novembro, quando enfrentou o Freiburg, pelo Campeonato Alemão. Depois daquela partida, Kimmich precisou ficar isolado por ter feito contato com uma pessoa que testou positivo para Covid-19. Dias depois, um exame realizado no atleta também constatou a presença do vírus.

Kimmich passou mais alguns dias isolados até se recuperar da doença e foi liberado após testar negativo. No entanto, por conta das infiltrações no pulmão, o jogador ainda não tem condições de entrar em campo. O departamento médico do Bayern de Munique tem observado a saúde do jogador e a expectativa é de que ele retorne em janeiro de 2022.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top