Santos

Ariel Holan garante evolução no Santos para a fase de grupos

Foto: Reprodução / Santos FC

O Santos FC empatou com o San Lorenzo pelo jogo de volta da Libertadores e está classificado para a fase de grupos. Os gols santistas foram marcados por Marcos Leonardo e Pará. E assim como no jogo em Buenos Aires, o Santos chegou a dominar a partida em Brasília, mas o baixo aproveitamento deixou o clube em risco na etapa final.

“Foi um jogo que poderíamos terminar muito antes, tivemos oportunidades. Nós não finalizamos nos contra ataques e assim o San Lorenzo fez o primeiro gol, depois o segundo e complicou um pouco. Creio que teremos muito a aprender deste jogo, vai ser muito útil para o time”, analisou o treinador Ariel Holan durante a coletiva de imprensa.

Com os adversários já definidos no grupo C (Boca Juniors, Barcelona e The Strongest), o técnico argentino garante que o clube fará a preparação necessária para seguir firme na competição. “Todos os jogos são difíceis, é uma Copa difícil. Vamos ter que trabalhar muito e dar o nosso melhor”, pontuou.

Já sobre a insatisfação de Marinho, que foi substituído no segundo tempo do jogo contra o San Lorenzo, o técnico normalizou a situação. “Marinho é um jogador muito importante para o time. É compreensível ele não sair contente do campo”, considerou o argentino.

Em relação a escolha por Felipe Jonatan e Madson, Holan abriu o jogo e indicou a superioridade na altura dos atletas do San Lorenzo. “Trabalhamos com o Felipe em Atibaia, para ser uma opção, e com Madson, à direita. Isso foi muito importante para nos defendermos de um time como San Lorenzo, que tem bastante altura. Mas esperamos que o Ivonei possa entrar em campo nos próximos jogos”.

Quer saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top