Athletico

Athletico aparece no top 10 da Fifa na América do Sul entre os clubes que mais gastaram com transferências

Foto: Divulgação/Athletico

O Athletico apareceu na oitava colocação, entre o top 10 dos clubes da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) que mais gastaram com taxas de transferência no ano de 2021. Dos clubes à frente do Furacão, seis também são brasileiros. As informações são do Relatório Global de Transferências da Fifa, divulgado no fim da semana passada pela entidade máxima do futebol mundial.

Foto: Reprodução/Relatório Fifa

As principais e mais altas aquisições do Athletico na temporada, foram o atacante Matheus Babi, o meia David Terans e o lateral Pedrinho. Acima do Athletico, dos sete times, seis são do Brasil, Red Bull Bragantino, Atlético-MG, Grêmio, Palmeiras, São Paulo e Santos. O único argentino na frente do Athletico, foi o River Plate. Fechando o top 10, ainda apareceram Olímpia, do Paraguai, e o Boca Juniors.

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Vale lembrar que essa lista, conta apenas as taxas pagas para comprar o atleta, desconsiderando jogadores livres no mercado. Na Europa, os três clubes que mais gastaram com transferências em 2021 foram Manchester City, Chelsea e RB Leipzig. Foram 18.068 transferências em todo o planeta envolvendo 4.544 clubes, o maior número já registrado pela Fifa. 

Em 2021, Matheus Babi chegou como a maior contratação da história do Athletico, cerca de R$ 12 milhões, sendo R$ 9 milhões pagos para o Serra Macaense e R$ 3 milhões para o Botafogo, para ter cerca de 70% do passe do atacante. Já David Terans, chegou na metade do ano por cerca de R$ 7,5 milhões pagos ao Atlético-MG, donos do direito do uruguaio de 27 anos.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top