Athletico

Athletico busca recuperar pontos fora de casa; veja os números no Brasileirão como visitante

Foto: José Tramontin/Athletico

O Athletico foi derrotado por 2 a 0 pelo Bahia, no último sábado (8), na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. Agora, a equipe comandada por Alberto Valentim irá visitar a Chapecoense na próxima quarta-feira (13), às 19h, na Arena Condá. Fora de casa, o Furacão venceu seu último jogo, diante do Atlético-GO e encerrou uma sequência de sete jogos sem vencer longe da Arena no Brasileirão. Em 12 jogos fora de casa, a equipe venceu quatro vezes e tem oito derrotas, com um aproveitamento de 33%.

A derrota na Arena para o Bahia, fez cair uma invencibilidade de 48 dias sem derrotas do Athletico em casa. No período foram seis jogos, com quatro vitórias e dois empates, contando Brasileirão, Sul-Americana, Copa do Brasil e Campeonato Paranaense. O duelo com a Chapecoense é importante para o Furacão voltar a encostar no G-6 e se manter na parte alta da tabela. 

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Fora de casa, o Athletico venceu Juventude, Grêmio, Fluminense e o Atlético-GO. Com os 12 pontos conquistados, o Furacão tem apenas a 13ª campanha como visitante. Nesses 12 jogos fora, o Athletico marcou 13 gols e sofreu 16. Na tabela do Brasileirão, o Athletico se manteve com os 33 pontos e caiu para a oitava posição. A equipe está a quatro pontos de distância do Corinthians, que também perdeu na rodada e abre o G-6. O Fortaleza também tropeçou, com isso a distância para o G-4 se manteve em seis pontos.

No primeiro turno, Athletico e Chapecoense ficaram no empate por 2 a 2. Com isso, a Chape mesmo sendo lanterna da competição, é a única equipe do Sul que o Furacão ainda não venceu no Brasileirão, já que venceu o Juventude, Grêmio e Internacional. A tendência é que o Athletico tenha força máxima para o duelo com a Chape, já que o treinador deve poupar jogadores no próximo duelo em casa, diante do Fluminense, marcado para o domingo (17).

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top