Athletico

Athletico perde certificado de clube formador pela primeira vez

Foto: Reprodução/Athletico

Nesta quinta-feira (8), a CBF divulgou a lista dos clubes que, conforme a Lei Pelé, estão aptos a receber o certificado de clube formador, sem o Furacão, que era presença constante nas listas desde que o documento passou a ser necessário e exigido na formação de atletas nos clubes brasileiros, para formalizar o comprometimento na profissionalização tanto esportiva quanto social. 

Alguns dos requisitos necessários para ser aprovado pela Lei Pelé são: programa de treinamento esportivo e escolar; transporte; laudos, licenças ou alvarás atualizados; assistência médica, odontológica e psicológica; boa condição dos alimentos e segurança dos atletas.

Vale ressaltar que a ausência na lista não impede o rubro-negro de negociar jogadores para as categorias de base, apenas o clube não estará protegido pela Lei Pelé e pelo CCF. 

E também o clube não poderá usufruir dos benefícios como ter o direito de assinar o primeiro contrato profissional e da renovação e a garantia legal para evitar o aliciamento de terceiros e abandono intencional do atleta, entre outros.

O time vinha se destacando recentemente pela formação de jogadores nas categorias de base do clube. Nos últimos anos o time athleticano passou dos R$ 300 milhões em vendas de jogadores, a grande parte desse número veio de jogadores da base negociados após passagem pelo time principal do Furacão. 

O rubro-negro ainda não se pronunciou sobre a saída da lista da CBF.

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top