Atlético-MG

Atlético-MG acerta acordo judicial com empresário e encerra processo milionário contra o clube na justiça

Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético-MG chegou a um acordo com o empresário Giuliano Bertolucci, que havia levado o clube na justiça, tanto no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e na Câmara Nacional de Resoluções de Disputas (CNRD) por dívidas com relação a não pagamento de comissões por venda de jogadores.

+ Ex-Atlético, Coelho relembra lance com Kerlon “Foquinha” em clássico contra o Cruzeiro: ‘Não me arrependo’

Giuliano Bertolucci é um dos empresários fortes do futebol brasileiro e é parceiro do Atlético já há algum tempo. O empresário cobrava do clube cerca de R$ 6 milhões por comissões não pagas nas transferências do zagueiro Bremer e do colombiano Yimmi Chará, ambas com envolvimento de Bertolucci, segundo o GE.

Chará foi comprado do Junior Barranquilla-COL, em 2018, e vendido ao Portland Timbers-EUA, em 2020, pelo mesmo valor de 6 milhões de dólares. Já Bremer foi contratado pelo Galo ainda na base, vindo do São Paulo, e foi negociado em 2018 para o Torinto-ITA, por cerca de 5,6 milhões de euros.

Bertolucci chegou a realizar o pedido de bloqueio das premiações do Atlético em 2021, principalmente do Brasileirão, onde o clube recebeu R$ 33 milhões por ser campeão. No entanto, esse pedido e o processo foram encerrados com um acordo entre as duas partes, também segundo o GE.

+ Confira a coletiva de Guilherme Castilho, que volta ao Galo após destaque em empréstimos

+ Confira as falas de Vitor Mendes, que volta ao Atlético assim como Castilho

O empresário segue sendo parceiro do Atlético e esteve envolvido na negociação pelo treinador Jorge Jesus, que não caminhou como o esperado e foi encerrada.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top