Atlético-MG

Em novo processo, Atlético-MG é condenado a pagar dívida para empresário por contratação de Luan; entenda

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético-MG foi condenado a pagar a Link Assessoria Esportiva – empresa ligada ao empresário André Cury -, por conta da intermediação da contratação do atleta Luan Madson, que chegou ao Galo em 2013. O valor da ação é de R$ 240 mil. A condenação foi feita na 34ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte.

De acordo com a sentença, o montante total da intermediação era de R$ 400 mil reais e ficou acordado, entre clube e agente, que o valor seria depositado em cinco parcelas iguais a partir de junho de 2013. Até a atual data, o Atlético pagou apenas duas parcelas (R$ 160 mil). O pedido é de tutela provisória de urgência.

O valor atual da dívida por essa transação, com correção monetária, juros, honorários advocatícios e custas do processo é estimado em R$ 1 milhão.

ATLÉTICO TEM DÍVIDA MILIONÁRIA COM CURY

Esse é mais um processo envolvendo André Cury e o Atlético-MG. O empresário tem cerca de 30 ações na Justiça contra o clube mineiro. A dívida do Galo com o Cury, em função de débitos por intermediação de jogadores, gira em torno dos R$ 52 milhões.

Em outras ações recentes contra o clube, o empresário pediu o bloqueio dos direitos econômicos de três jogadores (Allan, Guilherme Arana e Guga) e também uma penhora de um shopping na zona sul da capital mineira.

Procurado, o clube não quis comentar sobre o assunto.

Colaboração com Leonardo Parrela

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top