Palmeiras

Atuações ENM: Abel expulso e Veiga decisivo com 2 gols; Veja as notas da final!

Raphael Veiga atuando pelo Palmeiras

Neste domingo (11), no duelo entre os maiores campeões nacionais, o Flamengo se deu melhor após vencer nos pênaltis em um jogo que teve muitas polêmicas e foi muito pegado. Confira as notas do Palmeiras no jogo:

Destaques:

Zé Rafael 3 – Não conseguiu ajudar na marcação e não foi presente no ataque.
Raphael Veiga 8,5 – Fez belo gol e criou boas jogadas ofensivas. Cuidou bem da marcação de Gerson.
Danilo 8,5- Entrou bem e mudou o jogo. Com “gelo no sangue”, era o que o Palmeiras precisava e melhorou o desempenho da defesa, ainda foi participativo no ataque e na construção de jogadas.

Notas:

Weverton 8,5 – Fez ótimas defesas e deu sorte duas vezes. Não teve como defender os gols.

Marcos Rocha 4 – Quando chegou ao ataque, tomou decisões erradas. Vinha bem
na marcação, mas falhou feio no segundo gol do Flamengo ao ficar apenas olhando Arrascaeta.

(Mayke) 6,5 – Entrou bem no jogo, foi seguro na defesa e bem participativo no ataque.

Luan 4 – Falhou no gol e na maioria de lances perigosos do Flamengo. Não acertou praticamente nada que tentou.
Gustavo Gómez 6,5 – Sofreu e foi sobrecarregado. Teve que se multiplicar para fazer coberturas. Não conseguiu impedir primeiro gol do Flamengo, foi driblado. Ajudou no ataque.

Matías Viña 5,5 – Foi presença marcante no ataque, mas não conseguiu fazer jogadas decisivas. Tomou muitas bolas nas costas.

Felipe Melo 4 – Não conseguiu dar segurança na saída de bola. Foi envolvido na troca de passes do Flamengo e movimentações.

(Danilo) 8,5- Entrou bem e mudou o jogo, com “gelo no sangue”, era o que o Palmeiras precisava e melhorou o desempenho da defesa, ainda foi participativo no ataque e na construção de jogadas.

Zé Rafael 3 – Não conseguiu ajudar na marcação e não foi presente no ataque.

(Gabriel Menino) 6 – Foi bem na marcação. Não apareceu muito no ataque.

Raphael Veiga 8,5 – Fez belo gol e criou boas jogadas ofensivas. Cuidou bem da marcação de Gerson. Converteu o pênalti sofrido.

Breno Lopes 6 – Tímido, mas quando se apresentou para jogo, conseguiu incomodar.

Rony 6 – Brigou muito e, no segundo tempo, na raça, sofreu um pênalti.

(Gustavo Scarpa) 5 – Entrou para jogar os acréscimos e bater pênalti.

Wesley 6 – Foi uma válvula de escape importante, mas não foi decisivo.

(Gabriel Veron) 6,5 – Teve boa chance e foi mais incisivo no ataque que Wesley. Junto de Mayke, segurou Filipe Luis na defesa.

Abel Ferreira 6 – Foi bem na escalação do time titular e nos primeiros 20 minutos. Perdeu a cabeça e foi expulso, deixou o time na mão.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top