Futebol Feminino

Atuações ENM: Brasil não faz seu melhor jogo, mas consegue golear a Venezuela

Gabi Nunes vestindo a camisa do Brasil
Foto: Thais Magalhães/CBF

Na noite deste domingo (28), Brasil e Venezuela entraram em campo na Arena da Amazônia, em partida válida pelo Torneio Internacional de Manaus, e as brasileiras garantiram os três pontos após vencerem o confronto por 4 a 1. As venezuelanas chegaram a abrir o placar e conseguiram desestabilizar as atletas brasileiras, mas as nossas atletas se encontraram em campo e, mesmo com uma escalação ainda sem grande rodagem, acabaram virando o placar. 

QUER FICAR POR DENTRO DE TUDO SOBRE FUTEBOL FEMININO? ENTÃO SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTER, INSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Confira os destaques

Bruninha – Aos 19 anos, mais uma vez a lateral direita mostrou grande maturidade e tranquilidade para a idade que tem. Sempre atenta ao setor ofensivo defensivo, Bruninha não se fazia presente apenas com a bola rolando, mas também estava sempre atenta às necessidades das companheiras e ajudava a orientar a movimentação do grupo.

Kerolin – Atacante com faro de gol, Kerolin aparecia constantemente como opção para passe e construção do Brasil, tendo anotado dois gols na partida, um deles o gol de empate.

Debinha – Principal nome na chamada Era Pia, Debinha atuou por apenas 45 minutos, suficientes para a jogadora reger a nova geração em campo, armar a equipe, executar excelentes lances e fazer um dos gols do Brasil.

Gabi Nunes – Retornando à Seleção Brasileira quatro anos após a sua última convocação, Gabi Nunes se fez presente ao longo de toda a sua participação em campo. Substituída na metade do segundo tempo, a jogadora sempre aparecia como opção de passe e puxava a equipe para o ataque, tendo anotado o segundo gol do Brasil na partida, o seu primeiro com a camisa da nossa Seleção.

Confira as notas

Lorena – 6,5

Bruninha – 7,5

Tainara – 6,0

Lauren – 6,0

Tamires – 6,5

Ana Vitória – 7,0

Angelina – 6,5

Kerolin – 8,0

Debinha – 7,5

Gabi Nunes – 7,5

Adriana – 6,5

Leia mais:

+Formiga: O legado de uma das maiores jogadoras de todos os tempos

+#FormigaDay: CBF se une a atletas para homenagear Formiga

+Opinião: Mesmo em sua despedida, Formiga dá lição de história no futebol feminino

Substituições

Yasmin – 7,0

Gio Queiroz – 5,5

Julia Bianchi – 6,0

Ivana Fuso – 7,0

Marta – 7,0

Geyse – 6,5

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top