Atlético-MG

Atuações ENM: Estrelas do Atlético-MG passam em branco e invenções de Cuca se sobressaem no empate contra América-MG

Atuações ENM: Estrelas do Atlético-MG passam em branco e invenções de Cuca se sobressaem no empate contra América-MG
Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

O Atlético-MG empatou em 0 a 0 com o América-MG na tarde deste domingo (16), na Arena Independência, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. O primeiro tempo da partida ficou marcado pelas mudanças do técnico Cuca na equipe titular, colocando três zagueiros em campo, Junior Alonso, Réver (atuando como primeiro volante) e Igor Rabello, e dois laterais-esquerdos, Dodô e Guilherme Arana (atuando como meio de campo).

Ao contrário do que vinha acontecendo nos últimos jogos, as estrelas do Atlético-MG, Hulk, Savarino e Nacho Fernández, passaram despercebidos durante todo o jogo. O que mais chamou a atenção foi, de fato, as invenções do técnico Cuca com o time titular.

Com 27 minutos do segundo tempo, Allan, que entrou na etapa complementar, parou Ademir e foi expulso, deixando o time numa situação complicada na parte final da partida, porém, ainda assim, o Atlético-MG conseguir passar ileso e sem sofrer gols, o que não tirou a vantagem alvinegra para o segundo jogo da final do Campeonato Mineiro.

Apesar de tudo, o Atlético-MG mostrou muita segurança defensiva, passando mais um jogo sem sofrer gols, tendo o zagueiro Igor Rabello como destaque pela sua consistência e, principalmente, o goleiro Everson, que fez grandes defesas nas melhores chances do América-MG na partida.

O jogo da volta acontece no próximo sábado (22), no Mineirão, com o Atlético-MG tendo a vantagem de jogar por um empate para ser campeão mineiro pela 46ª vez, já que se classificou em primeiro lugar na primeira fase do Campeonato Mineiro.

Mandou mal

O técnico Cuca tinha uma difícil missão de preparar um time para o jogo de domingo depois de um confronto difícil e desgastante na Colômbia contra o América de Cali pela Libertadores. Porém, o treinador também tinha em mãos um elenco vasto de opções, mas preferiu escalar jogadores que já estavam desgastados e inventar uma formação tática que nunca havia usado no Atlético-MG logo para a final do Campeonato Mineiro, colocando Réver de volante e Guilherme Arana de meia, atuando junto de Dodô.

Nitidamente a formação não deu certo e o treinador mudou tudo no segundo tempo, colocando Allan na volância e Sasha no ataque, no lugar de Dodô e recuando Arana. Porém, o Galo não tinha mais fôlego para abrir o placar da partida, aidna mais depois de ficar com um jogador a menos.

Nota: 3

Pontuação dos jogadores

Everson: 7
Guga: 6,5
Igor Rabello: 7
Réver: 3
Junior Alonso: 6
Dodô: 6
Tchê Tchê: 6
Guilherme Arana: 6
Nacho Fernández: 6
Savarino: 6
Hulk: 6
Allan: 4
Eduardo Sasha: 5
Diego Tardelli: 5
Alan Franco: 5
Hyoran: 5

Para ficar informado sobre tudo que acontece com o Atlético-MG, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top