Flamengo

Atuações ENM: Flamengo é goleado pelo Internacional no Maracanã; veja notas

Atuações ENM: Flamengo é goleado pelo Internacional no Maracanã; veja notas
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Diego Alves: Não teve culpa e em muitas ocasiões estava presente para salvar a meta de um Flamengo completamente abatido e irreconhecível na noite de hoje no Maracanã. 4 a 0 para o Internacional, quebrando uma invencibilidade invejável desde que Renato Gaúcho assumiu o comando da equipe rubro-negra. Continua sendo um dos melhores goleiros do nosso futebol. Nota: 5.

Isla: Não foi o mesmo dos outros jogos. Não apoiou, defendeu mal e ficou perdido como toda a zaga rubro-negra. Foi sacrificado em muitas jogadas porque não teve cobertura dos companheiros de zaga quando tentava apoiar pelo lado direito. Nota: 4.

Gustavo Henrique: Da zaga rubro-negra, foi o que melhor apareceu. Não jogou o futebol de costume, mas lutou de maneira brava até o final do encontro. Nota: 5.

Léo Pereira: Também esteve perdido pela zaga central do Flamengo. Na noite de hoje, ninguém repetiu as atuações que fizeram do Flamengo o bicho papão das primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Nota 4.

Filipe Luís: O futebol de sempre. Se adianta para apoiar e é muito lento na volta para a zaga. Para confirmar sua má atuação, perdeu no pique para Taison em uma jogada que ele tinha toda possibilidade de brecar a investida do atacante do Inter. Perdeu, e Taison fez um dos gols do Colorado. Nota: 4.

Willian Arão: Lutou muito. Correu desordenadamente e não foi nem metade daquele jogador extraordinário do meio-campo rubro-negro. Foi apático na penetração, na armação e na vontade de disputar as jogadas mais complicadas. Nota: 4.

Diego: Outro jogador do Flamengo que não teve a oportunidade de repetir o que vinha fazendo no meio de campo rubro-negro. Lento, sem inspiração, foi presa fácil no meio de campo Colorado. Nota: 4.

Everton Ribeiro: Apagado. Sofreu marcação precisa da zaga central do Inter. Pelejou o tempo todo e não conseguiu repetir suas atuações. Nota: 4.

Arrascaeta: Não foi nem sombra daquele jogador que decide jogadas mesmo se elas forem difíceis. Hoje, lutou muito, mas não era seu dia. Totalmente batido pela defensiva do Inter, ele não conseguiu os arremessos que são quase que fatais quando está em uma tarde boa. Nota: 4.

Bruno Henrique: Deu duas cabeçadas perigosas, dois arremates e nada mais. Quando tentava suas arrancadas pela ponta, era parado pela zaga do Inter. Nota: 4.

Gabigol: Não perde a mania de querer ser o defensor do Flamengo quando o árbitro marca alguma falta contra o rubro-negro da Gávea. Hoje não foi diferente. O juiz marcou a falta, ele aplaudiu já tendo levado o cartão amarelo, quando chutou a bola para longe do local apontado pelo árbitro. Cartão vermelho e ele saiu zombando e rindo, afirmando que o futebol brasileiro é um futebol de várzea. Nota: 3.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e  Youtube.

SUBSTITUIÇÕES:

Thiago Maia: Jogou pouco, mas não comprometeu. Entrou na equipe aos 26 minutos do segundo tempo. Nota: 4.

Michael: Entrou no lugar de Diego e conseguiu algumas jogadas perigosas contra a meta do Internacional, mostrando que é merecedor da confiança do técnico Renato Gaúcho. Nota: 5.

Pedro: Também jogou pouco, pois entrou aos 27 minutos do período final e numa investida pelo lado direito do ataque, disputou uma bola, pisou mal e torceu o tornozelo. Nota 4.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top