Campeonato Brasileiro

Atuações ENM: Fortaleza tem segundo tempo pífio e é superado pelo Corinthians; veja notas

Foto: Felipe Cruz/Fortaleza EC

Na noite deste sábado (06), o Fortaleza visitou, na Neo Química Arena, a equipe do Corinthians em confronto pelo Campeonato Brasileiro Série A 2021. Como resultado do duelo, válido pela 30ª rodada do certame, vitória dos donos da casa pelo placar de 1×0. Com gol de Cantillo, o Timão fez valer o péssimo segundo tempo do Tricolor do Pici, conquistou os três pontos e, com 47 totais, encostou no time cearense na tabela, que soma 48 pontos.

+ LEIA MAIS | Fortaleza tem quarto melhor aproveitamento contra G6 do Brasileirão

O primeiro tempo do duelo marcou uma partida equilibrada, com uma solidez, principalmente defensiva, para ambos os lados. Sem grandes chances na partida, Corinthians e Fortaleza estudaram muito o jogo um do outro, esbarrando nos esquemas opostos e bem postos no gramado da Neo Química Arena.

Já no segundo tempo, o Fortaleza não acompanhou o ritmo do Corinthians e foi dominado do começo ao fim dos últimos 45 minutos de jogo. Após ter sofrido diversas chances perigosas de gol do time paulista, o Leão do Pici levou, de Cantillo, o tento que decretou sua derrota em São Paulo. Aos 41 minutos, o meia recebeu sem marcação e bateu no contrapé de Marcelo Boeck, que nada pode fazer.

+ Para saber tudo do Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebookYouTube!

Destaques Positivos

Marcelo Boeck: O goleiro, apesar de ter sido vazado no final do jogo, foi o melhor jogador em campo pelo Fortaleza, evitando que o Leão fosse vazado em outras diversas oportunidades. Além disso, teve bom aproveitamento nos passes longos.

Destaques Negativos

Robson: O atacante foi, mais uma vez, o pior em campo na partida pelo lado do Fortaleza. Errou basicamente tudo que tentou, desde finalizações a passes e domínios de bola, prejudicando o jogo do Leão do Pici.

Bruno Melo: O lateral/ala do Fortaleza, principalmente no segundo tempo, esteve totalmente perdido dentro de jogo e foi, dessa forma, muito mal na partida.

Henríquez: O chileno, muitas vezes comparado com seu colega de ataque Robson, teve desempenho parecido com o do atleta. Entrando no segundo tempo, Henríquez prejudicou diversas jogadas de ataque do Fortaleza e desperdiçou a chance que foi, possivelmente, a melhor do Leão no jogo.

Igor Torres: Outro que entrou no segundo tempo, Torres também teve péssima atuação, podendo ser encarado como o famoso “menos um” no time do Fortaleza. Errou uma série de passes, domínios e foi bastante omisso no ataque.

Notas

  • Marcelo Boeck: 7.0;
  • Tinga: 6.0;
  • Marcelo Benevenuto: 6.0;
  • Jackson: 6.0;
  • Lucas Lima: 5.5;
  • Felipe: 6.0;
  • Ronald: 5.0;
  • Bruno Melo: 3.5;
  • Matheus Vargas: 5.5;
  • David: 5.5;
  • Robson: 3.5;
  • Romarinho: 6.0;
  • Igor Torres: 4.0;
  • Henríquez: 4.0;
  • Edinho: N/A.
  • Raul: N/A.
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top