Copa do Brasil

Atuações ENM: Gómez marca, Luan é expulso e Palmeiras vence Grêmio. Veja notas.

Gustavo Gómez, autor do gol do Palmeiras, comemora com Luiz Adriano (Foto: Cesar Greco/PALMEIRAS)

O Palmeiras venceu o Grêmio por 1×0 na primeira final da Copa do Brasil nesta noite de domingo (28), na Arena Grêmio. O gol de Gustavo Gómez dá a vantagem ao Verdão para a decisão no Allianz Parque, no próximo dia 7. Luan foi expulso de forma infantil, mas mesmo com um a menos o time se fechou e saiu com resultado favorável. Luiz Adriano e Rony perderam chances de matar o confronto na primeira etapa e desperdiçaram. O jogo de conjunto foi ruim, mas a vitória deixa o time mais tranquilo para o jogo da volta.  

DESTAQUES DO PALMEIRAS

Raphael Veiga – É o principal jogador de meio campo. As principais chances de gol do Palmeiras no jogo passaram por ele. Deu a assistência para o gol de Gustavo Gómez, e para as chances perdidas por Luiz Adriano e Rony.

Gustavo Gómez – Consistente como sempre, foi decisivo no ataque com o gol da vitória. Perto dele, Diego Souza não conseguiu jogar. Grande partida de Gómez.

NOTAS DO PALMEIRAS

  • Weverton: 6,0 – Praticamente não trabalhou no jogo. Não fez mais do que uma defesa difícil.
  • Marcos Rocha: 6,0 – Fez uma primeira etapa razoável. Não comprometeu, mas também não teve destaque na partida, porque o Grêmio focou seu jogo pelo lado esquerdo.
  • Luan: 2,0 – O primeiro tempo de Luan foi aceitável, mesmo com Grêmio chegando pouco. A expulsão na segunda etapa foi infantil e poderia ter prejudicado o time na primeira final. Mais uma vez Luan assustando o torcedor palmeirense.
  • Gustavo Gómez: 8,0 – Partida ótima de Gómez, com o gol na primeira etapa que dá vantagem ao Palmeiras para a volta. Na defesa, não deixou Diego Souza jogar caindo pelo seu lado, e foi primoroso. Digno de jogo final. Um dos únicos destaques do time
  • M. Viña: 5,0 – Sempre consistente, começou bem, mas fez um jogo apenas seguro na defesa. O apoio ao ataque, importante para a criação do time, hoje foi fraca, assim como o conjunto do time
  • Felipe Melo: 6,5 – Felipe foi importante em garantir que Jean Pyerre e Matheus não tivessem espaço para jogar. Se o Grêmio ciscou, ciscou e pouco criou, tem muito haver com a boa partida de Felipe Melo.
  • Zé Rafael: 5,0 – Participativo, mas abaixo do que se espera para uma final. Errou bastante na saída, e fez uma partida aquém do que poderia.
  • Raphael Veiga: 8,5 – Melhor em campo. As grandes chances do Palmeiras passaram por ele. Tanto o gol de Gómez, quanto os gols perdidos por Luiz Adriano e Rony. 
  • Rony: 5,0 – Rony não foi desastroso, mas o gol perdido pode fazer falta. Foi importante na aceleração de jogadas, e importante na marcação junto ao lateral, especialmente na primeira etapa.
  • Wesley: 5,0 – Partida ok de Wesley, mas ainda com certa falta de ritmo. Deu dinâmica veloz no ataque na primeira etapa, mas fez parte de uma noite em que o conjunto não foi bem
  • Luiz Adriano: 4,5 –  Hoje não foi bem nos momentos em que saiu de perto da área, como “falso 9”, e dentro da área perdeu uma chance clara. Hoje deixou a desejar.

SUBSTITUIÇÕES:

  • Mayke: 5,0 – Entrou para segurar o jogo após Renato empilhar atacantes. Não foi mal, mas também nada diferente.
  • Gabriel Menino: 5,5 –  Entrou logo após a expulsão. Foi importante para segurar o time atrás, mas no contra-ataque, perdeu oportunidades que custam caro.
  • Gabriel Veron: 5,5 – Poderia ter sido a alternativa descansada de contra-ataque no final, mas também não entrou ligado como poderia.
  • Danilo: 6,0 – Importante para segurar os avanços de Alisson e ser apoio para Viña no lado em que Grêmio atuou mais.
  • Alan Empereur: 5,0 – Entrou faltoso, e poderia ter levado amarelo logo ao entrar, se não fosse cobrança rápida de falta do Grêmio. Não inspira segurança.
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top