Copa do Brasil

Atuações ENM: Maicon se salva em partida pouco criativa do Grêmio; veja as notas

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na primeira partida da final da Copa do Brasil, Grêmio perde para o Palmeiras por 1 a 0 e se complica na disputa do título. A partida foi bastante truncada, mas o Palmeiras soube aproveitar o vacilo defensivo gremista no escanteio do gol.

O Palmeiras marcou com Gustavo Gómez, que soube aproveitar que Kannemann não o acompanhou no gol. O Palmeiras ainda perdeu duas boas chances de matar o jogo e teve o zagueiro Luan expulso, o que atraiu uma pressão forte do Grêmio.

DESTAQUES:

Maicon – Foi o melhor em campo do time, pois todas as ações gremistas em campo passam pelos seus pés.

Kannemann – Apesar da falha no gol, fez uma boa partida defensivamente, demonstrando a mesma combatividade de sempre e sabendo marcar bem Luiz Adriano.

NOTAS:

Paulo Victor – 5,5: Foi pouco exigido, mas falhou no gol palmeirense, pois acabou se atirando errado e espalmando a bola para dentro
Victor Ferraz – 5,0: Muito burocrático nos passes, não teve tantas participações ofensivas produtivas e sofreu para marcar Wesley
Paulo Miranda – 6,0: Uma atuação relativamente segura na defesa. Soube antecipar a maioria dos botes nos ataques palmeirenses
Kannemann – 6,5: Demonstrando a mesma garra de sempre, forte nos combates e marcou muito bem o Luiz Adriano. Mas falhou no gol, pois deixou Gustavo Gómez pular sozinho
Diogo Barbosa – 6,0: Na partida de hoje, não teve tantas participações ofensivas, mas defensivamente se mostrou um pouco mais sólido, se comparado a outras
Matheus Henrique – 6,5: Errou muitos passes e alguns domínios também no início. Mas depois passou a ajudar mais no controle de bola no meio-campo e assim melhorou bastante a atuação
Maicon – 7,0: Quando ele atua, sempre domina o meio-campo do Grêmio. Todas as jogadas começam e progridem com ele, é o cara que dá andamento ao jogo
Jean Pyerre – 4,5: Até participou mais das ações de meio-campo da equipe gremista em relação a outros jogos, mas são participações pouco produtivas para a armação do time, com muitos toques laterais
Alisson – 6,5: Foi quem mais tomou a iniciativa no ataque, dos que começaram. Contribui muito taticamente com a equipe. Está sempre perto da bola, sendo opção de passe e tomou a iniciativa de limpar mais a marcação
Pepê – 3,5: Precipitado na escolha da maioria das jogadas, mas conseguiu impedir a maioria dos avanços de Marcos Rocha
Diego Souza – 5,5: Foi muito pouco acionado, a maioria das bolas ele precisava dividir com dois marcadores palmeirenses
Ferreirinha – 6,5: Sempre que entra, ele vai pra cima dos zagueiros, tentando romper linhas. É um jogador bastante perigoso e veloz
Diego Churín – 5,5: Entrou para incomodar a defesa palmeirense, aproveitando a vantagem de um homem a mais. Sempre atua com muita raça, apesar de tecnicamente ser pouco eficaz
Isaque -5,0: Entrou para tentar dar mais presença de área, até conseguiu, mas não teve tantas participações ofensivas efetivas
Thaciano – 5,5: Tecnicamente, não é um exímio jogador, mas sempre entra com raça e se apresenta como opção de passe. Hoje, não foi diferente
Vanderson -6,0: Entrou para ser muito agressivo do lado direito de ataque, e conseguiu. Foi participativo das ações ofensivas.

Para saber tudo sobre o Grêmio, siga o Esporte News Mundo no Facebook, Twitter e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top