Flamengo

Atuações ENM: Flamengo tem noite ruim no Chile e conhece seu primeiro tropeço nesta Libertadores

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo empatou em 2 a 2 com o Unión La Calera, do Chile, na noite desta terça-feira (11), e desperdiçou a chance de garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores com duas rodadas de antecedência. A equipe de Rogério Ceni não começou bem, cedendo dois gols aos chilenos ainda no primeiro tempo, e apesar de ter melhorado, não conseguiu sair com a vitória.

Logo no ínicio, duas falhas consecutivas do zagueiro Bruno Viana custaram o primeiro gol dos mandantes, enquanto o segundo saiu em cobrança de escanteio que bateu em Willian Arão, enganando o goleiro Gabriel Batista, que nada pôde fazer. Ainda na primeira etapa, no entanto, Gabigol descontou de pênalti.

No segundo tempo, apesar de ter melhorado em relação ao primeiro e ter dominado completamente o jogo, o Flamengo ainda ficou abaixo do nível que costuma demonstrar e conseguiu apenas um gol, com Willian Arão em cobrança de escanteio, suficiente para empatar o duelo e manter a invencibilidade na competição continental. Ainda na liderança do grupo, o Rubro-Negro terá dois jogos no Maracanã para assegurar a classificação para o mata-mata.

Pela quinta rodada da competição, o Rubro-Negro recebe a LDU, do Equador, na quarta-feira da próxima semana, dia 19. A equipe de Rogério Ceni encerra sua participação na fase de grupos no dia 27, uma quinta-feira, também no Rio de Janeiro, encarando os argentinos do Vélez Sarsfield.

Confira os destaques e as atuações abaixo:

DESTAQUES

Gabriel Batista: 6,5 – Apresentou menor dificuldade na hora de sair jogando com os pés do que Hugo vinha mostrando, apesar de também ter cometido erros neste sentido. Fez defesas importantes e contribuiu para que o Flamengo não saísse do Chile com uma derrota.

Bruno Viana: 2,5 – Atuação desastrosa no Chile, com um erro duplo no primeiro gol dos mandantes e sucessivos lances de insegurança e desatenção. Não conseguiu se entender com a defesa e teve sérias dificuldades com os atacantes do modesto Unión La Calera. No segundo tempo, foi substituído pelo lateral esquerdo Ramon.

Willian Arão: 6,5 – Mesmo com um gol contra, novamente foi responsável pela saída de bola rubro-negra, tão necessária em uma partida em que a equipe foi tão dominante na posse. Conseguiu ainda marcar o gol que empatou o jogo e impediu que o Flamengo conhecesse sua primeira derrota nesta edição da Libertadores.

Everton Ribeiro: 4,5 – Mais um jogo muito ruim. Volta para ajudar na marcação do lado direito rubro-negro, mas não consegue dar sequência às jogadas individuais, antes um de seus pontos fortes, e erra muitos passes, com um deles dando origem ao segundo gol dos chilenos. No ataque, pouco aparece para concluir em momentos de definição, e não consegue acertar quando o faz. Sofreu o pênalti do gol de Gabigol.

Gabigol: 6 – Marcou o gol do Flamengo no primeiro tempo, cobrando pênalti, e não conseguiu ser efetivo além disso. Brigou bastante e correu como de costume, se envolvendo até em várias discussões com o goleiro Arias. No entanto, assim como quase todo o restante da equipe, esteve abaixo.

NOTAS

Gabriel Batista: 6,5
Isla:
6
Willian Arão:
6,5
Bruno Viana:
2,5
Filipe Luís:
6,5
João Gomes: 5,5
Diego Ribas:
6,5
Everton Ribeiro: 4,5
Arrascaeta:
5
Bruno Henrique:
5,5
Gabigol:
6

Matheuzinho: SEM NOTA
Ramon: SEM NOTA
Pedro: 5,5

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top