Campeonato Brasileiro - Série D

Bahia de Feira vence a primeira na Série D e goleiro projeta sequência na competição: ‘Expectativas são as melhores possíveis’

Foto: Bahia de Feira/Divulgação

Enfim, veio a primeira vitória! O Bahia de Feira derrotou o ASA de Arapiraca-AL por 1 a 0 na tarde do último domingo (25), e conquistou seu primeiro triunfo na Série D, dando um alívio para o Tremendão.

O triunfo foi bastante comemorado pela torcida e jogadores, que entraram, novamente, na briga pela classificação na Série D. O goleiro Alan Costa, de apenas 20 anos, comemorou a vitória da equipe.

– A gente sabe que sofríamos uma pressão de sete jogos que não vencíamos e que esse triunfo dá mais uma chance de classificação. Sabemos que temos chances classificar, agora tem uma chance grande de classificação. Veio a primeira vitória, vamos dar seguimento na competição, que se Deus quiser a gente possa se classificar entre os quatro – disse Alan.

LEIA MAIS | Justiça anula mudanças eleitorais da CBF, nomeia Landim como interventor e determina nova eleição para substituir Rogério Caboclo

Alan Costa é um dos mais jovens do elenco da equipe baiana e titular da meta do Bahia de Feira, e já projeta a sequência da equipe tricolor de Feira de Santana para os próximos jogos na Série D.

– A confiança sempre vem com a vitória, a gente tem que dar seguimento no trabalho, manter o foco e a calma. Que a gente possa conseguir mais uma vitória. (Com a vitória), a gente tira um peso das costas, vamos dar um engajamento na competição e possamos nos classificar – relatou o goleiro sobre a importância da vitória para o Tremendão.

O Bahia de Feira é o quinto colocado no grupo 4 da Série D, com oito pontos somados na competição até aqui. O próximo compromisso do Tremendão será contra o Itabaiana, em Sergipe, no próximo domingo (01), às 16h (horário de Brasília). E para esse jogo contra os sergipanos, Alan se mostra confiante. ‘Nós vamos focados e determinados para sair de lá com um triunfo. As expectativas são as melhores possíveis’, finalizou.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top