Conmebol Sul-Americana

Barbieri ressalta superioridade do RB Bragantino no primeiro tempo contra o Emelec: “A gente teve o domínio do jogo, mas não conseguiu criar oportunidades claras”

Foto: Reprodução/ Conmebol

Na última quarta-feira (28), O Red Bull Bragantino foi ao Equador enfrentar o Emelec, em jogo válido pela fase de grupos da Copa Sul-Americana. Após derrota por 3 a 0, o técnico Maurício Barbieri defendeu a superioridade do Massa Bruta durante a primeira etapa do jogo.

No primeiro tempo, a gente teve o domínio absoluto da partida, propôs o jogo, tomou a iniciativa. Nós fizemos um bom jogo, fomos superiores. A equipe do Emelec só finalizou, ou mal finalizou, com o Cabeza num lance isolado. A gente teve o domínio do jogo, mas não conseguiu criar oportunidades claras.

Barbieri elogia primeiro tempo do RB Bragantino contra o Emelec

Segundo o técnico do Red Bull Bragantino, a situação do time se complicou após uma fatalidade no início do segundo tempo, que abriu o placar para o time mandante.

No segundo tempo, num lance de má sorte, o cruzamento acabou batendo no Aderlan e entrando no próprio gol. A gente acordou, foi pra cima, tentou criar oportunidades, exigiu que o goleiro do Emelec fizesse boas defesas. O Emelec fez um segundo gol, por sinal, muito bonito. E aí, a expulsão do Ryller condicionou o resultado e a gente não conseguiu reagir da maneira que poderia.

Técnico do Red Bull Bragantino avalia segundo tempo no estádio George Capwell

Apesar da derrota, Maurício Barbieri confia nas chances do time na Sul-Americana. O treinador acredita em aprendizados importantes para os próximos jogos. “Há coisas positivas a se tirar, também. É evidente que a gente precisa crescer e melhorar em muitos aspectos. Agora é virar a página, olhar pra frente. Independente do placar aqui, esse jogo vale três pontos e a gente tem condição de buscar os mesmos três pontos já no próximo jogo em casa”, disse.

Faltou eficiência, faltou criar oportunidades. A equipe do Emelec joga com uma linha de cinco defensores e três meio-campistas à frente dessa linha, fechou os espaços, procurou ser eficiente na defesa. A gente, no primeiro tempo, não conseguiu encaixar boas jogadas individuais, de desequilíbrio, que são características do nosso jogo, e acabou finalizando muitas bolas de longe. No segundo tempo, até criamos oportunidades melhores, mas não conseguimos fazer os gols.

Maurício Barbieri comenta o que faltou ao Red Bull Bragantino para evitar a derrota por 3 a 0

Para saber tudo sobre o RED BULL BRAGANTINO, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top