Futebol Internacional

Barcelona vence Sevilla fora de casa e encosta nos líderes da La Liga

Barcelona, Messi, La Liga
Jogadores do Barcelona comemoram gol na vitória sobre o Sevilla pela La Liga. Foto: Reprodução/Twitter Barcelona.

Sevilla e Barcelona se enfrentaram em jogo válido pela 25ª rodada da La Liga no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, na Espanha. A vitória do Barça foi fundamental para a campanha de recuperação e o time encostou no Atlético de Madrid, líder do campeonato. O gol de Messi isolou mais ainda o argentino como artilheiro da La Liga, agora com 19 gols.

A primeira etapa começou bem lenta, com muitas faltas e mais reclamação do que chances de gol. O ataque do Sevilla foi nulo e não conseguiu uma finalização sequer nos primeiros 45 minutos. A presença de Messi em campo fez toda a diferença. Num jogo travado, o argentino achou um ótimo passe para Dembélé, no meio da zaga, bater na saída de Bono e abrir o placar. O primeiro tempo terminou com domínio do Barcelona, mas sem novos momentos de perigo.

Para a etapa complementar, Lopetegui percebeu a falta de poderio ofensivo de seu time e voltou com caras novas para tentar empatar. Mas as mudanças não surtiram efeito e o Barcelona continuou no controle do jogo. Araujo e Pedri sofreram lesões, tiveram que ser substituídos e podem desfalcar o Barça nos próximos jogos. O artilheiro do campeonato, Lionel Messi, fechou a conta no final do jogo após bela jogada e aproveitar o rebote de Bono. para decretar a vitória dos Culés por 2 a 0.

+ Isak vira opção para reforçar setor ofensivo do Barcelona, diz jornal

Com o resultado, o Sevilla ficou com 48 pontos e estacionou na 4ª colocação do campeonato. Já o Barcelona foi a 53 pontos e colou no líder, Atlético de Madrid, mas o clube catalão tem dois jogos a menos.

Os dois times voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 17h (horário de Brasília), pelo jogo de volta das semifinais da Copa do Rei. O Sevilla venceu o primeiro jogo por 2 a 0 e entra em vantagem na partida no Camp Nou.

PRIMEIRO TEMPO

Numa tentativa de reforçar o sistema defensivo, o Barcelona utilizou uma linha de três zagueiros. Por vezes, Mingueza passava para a lateral e liberava Dest ao ataque.

Primeiros minutos de posse de bola do Sevilla, mas sem criar chances de perigo

Quando não estava com a bola, marcava alto e afogava o Barcelona na defesa.

O Barcelona conseguiu recuperar o controle do jogo, mas a nova formação utilizada fez Messi sentir falta de mais um companheiro de ataque, além de Dembélé

O jogo passou a ficar cada vez mais picotado, cheio de faltas no meio-campo e sem grandes momentos. Messi se viu obrigado a recuar para buscar a bola e ajudar na criação de jogadas.

A primeira finalização da partida aconteceu só aos 21 minutos. O Barça armou um contra-ataque pela direita e o francês finalizou de fora da área, mas fraco e Bono defendeu com facilidade.

Na sequência, Messi bateu uma falta lateral de muito longe, tentando enganar o goleiro do Sevilla, mas Bono se recuperou e fez a defesa.

O clima esquentou depois que Mingueza fez falta em Rakitić e os dois jogadores tiveram um princípio de discussão.

Depois de os ânimos se acalmarem, o Barcelona colocou a cabeça no lugar e abriu o placar. Aos 29 minutos, Messi viu Dembélé passar em velocidade no meio da zaga adversária e o francês bateu na saída de Bono para marcar o primeiro gol da partida.

A primeira vez que o Sevilla entrou na área do Barcelona foi numa saída de bola errada de Ter Stegen, que Papu Gómez recuperou e tentou cruzar rasteiro, mas mandou nas mãos do goleiro alemão.

Nos últimos minutos da primeira etapa, Dest ainda teve a chance de ampliar o placar, mas bateu de perna esquerda e mandou por cima do gol.

O primeiro tempo terminou com o Sevilla devendo no ataque. Não finalizou nenhuma vez e estava sendo dominado pelo Barcelona, que estava na frente no placar.

SEGUNDO TEMPO

Lopetegui percebeu a falta de poder ofensivo do Sevilla e voltou para a segunda etapa com três caras novas. En-Nesyri e Suso entraram para reforçar o ataque, enquanto Rekik substituiu Diego Carlos na zaga.

O Sevilla conseguiu sua primeira finalização aos 4 minutos, com Jesus Navas, que bateu rasteiro, mas Ter Stegen caiu para defender.

Mas foi o Barça que quase abriu o placar. Frankie de Jong cruzou rasteiro da esquerda e Alba apareceu como um centroavante, mas não alcançou a bola.

Dest quase ampliou para os visitantes. O Barça trabalhou pela esquerda e a bola sobrou para o americano, livre, acertar a trave.

Logo na sequência, Dembélé conseguiu bom contra-ataque pela esquerda e viu Messi entrando na área. O francês passou para o camisa 10, que isolou a bola por cima do gol.

O Sevilla pareceu ganhar ânimo na partida. Suso driblou bonito Alba pela direita e mandou a bola para a área. Escudero apareceu por trás e subiu mais alto que todo mundo para tocar de cabeça, mas mandou para fora.

Lenglet até fez o gol após cobrança de falta de Messi, mas o francês estava em posição irregular e o gol foi anulado.

Pedri sentiu lesão na perna direita, foi obrigado a deixar o campo e pode se tornar mais um desfalque do Barça para a sequência da temporada.

O Barcelona teve mais uma grande chance de ampliar. Messi cruzou da direita e a bola passou por Lenglet, pelo alto, e por Araujo, que apareceu na segunda trave para tentar emendar por baixo.

Mais um gol anulado na partida. En-Nesyri recebeu na grande área, girou para cima de Araujo e bateu de canhota, mas a bola havia batido na mão do atacante marroquino.

Não bastasse a lesão de Pedri, Ronald Araujo foi outro que deixou o campo contundido. O uruguaio também sentiu problemas na perna e teve que ser substituído, irritado, poucos minutos depois de entrar.

Messi não poderia deixar de marcar. Aos 41 minutos, o artilheiro do campeonato tabelou com Moriba, fez grande jogada, driblou Fernando e bateu em cima de Bono. O goleiro do Sevilla não conseguiu ficar com a bola e ela sobrou para o camisa 10 empurrar para o gol e marcar o seu 19º na Liga.

Até o final da partida, o Barça administrou com tranquilidade a posse de bola e evitou novas ações do Sevilla.

FICHA TÉCNICA

La Liga 2020/21 – 25ª Rodada

Sevilla 0-2 Barcelona

Data: 27/02/2021, 12:15

Estádio: Ramón Sánchez Pizjuán

Árbitro: Alejandro Hernández

Gols: 1ºT – 29′ Dembélé (Barcelona); 2ºT – 41’ Messi (Barcelona)

Sevilla (4-3-3): Bono; Jesús Navas, Koundé, Diego Carlos (Rekik), Escudero; Fernando, Rakitić (Óscar Rodríguez), Jordán; Papu Gómez (En-Nesyri), de Jong (Óliver Torres), Munir El Haddadi (Suso). Técnico: Julen Lopetegui.

Barcelona (5-3-2): Ter Stegen, Dest, Mingueza, Piqué (Araujo) (Umtiti), Lenglet, Alba; Busquets, de Jong, Pedri (Moriba), Messi, Dembélé (Braithwaite). Técnico: Ronald Koeman.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top