América-MG

Berrío completa um mês sem atuar pelo América-MG

Alexandre Vidal/Flamengo

Anunciado há pouco mais de três meses, o colombiano Berrío ainda não atingiu sua melhor forma física para atuar com regularidade pelo América. Há mais de noventa dias em Belo Horizonte, o atacante entrou em campo em apenas duas oportunidades. A expectativa do torcedor americano era que o experiente atleta pudesse ser mais presente e regular vestindo a camisa alviverde.

+ América-MG e Bahia terá arbitragem tocantinense

Orlando Berrío participou das vitórias que iniciaram a arrancada do América – a mesma que permitiu o clube alcançar oito partidas consecutivas sem que fosse derrotado. Diante de Ceará e Athletico-PR, nos triunfos por 2 a 0, o atacante deixou o banco de reservas na reta final da partida, somando em média 14 minutos por jogo.

Ainda assim, Berrío possui apenas seis toques na bola pelo América. Com a chegada de outra estrela no elenco do Coelho, Mauro Zárate pode ter ofuscado a necessidade que o torcedor havia criado em torno do jogador colombiano. Porém, está evidente que o atleta passa por um momento difícil na carreira, não conseguindo se recuperar fisicamente e tecnicamente.

Alexandre Vidal/Flamengo

Berrío foi campeão da Copa Libertadores em duas oportunidades: pelo Atlético Nacional, da Colômbia, em 2016, sendo um dos destaques da competição. Em 2019, conquistou o torneio pelo Flamengo.

Além disso, o colombiano também é detentor de outros títulos pelo clube carioca. Foi campeão de três campeonatos estaduais pelo rubro-negro e da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, também em 2019.

+ América-MG e Bahia se reencontrarão em momentos opostos

Antes de chegar ao Brasil, o colombiano não entrava em campo desde sete de março de 2020, na vitória por 3 a 0 do Flamengo diante do Botafogo, estando em campo apenas nos 20 minutos finais da partida.

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

MOMENTO DO AMÉRICA-MG

Inicialmente, mesmo sendo derrotado pelo Internacional e interrompendo uma série invicta de oito jogos sem derrota, o América tem boas perspectivas para o fim da temporada. Na 11ª colocação e desempenhando um bom futebol, a expectativa é que o Coelho consiga permanecer na primeira divisão. Logo após o revés diante do Colorado, em Porto Alegre, o capitão e volante Juninho fez questão de rechaçar a briga permanente que o clube trava para manter o alviverde na primeira divisão.

– Creio que nossa equipe, independente de onde joga, pegou o espírito de vencer qualquer equipe. Em outras ocasiões, viríamos ao Beira Rio para empatar e estar contente com um ponto. Hoje viemos para vencer e não vencemos. É levantar a cabeça e continuar percorrendo pelo nosso objetivo de manter o América na primeira divisão.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top