América-MG

Bicampeonato brasileiro do América-MG completa quatro anos; relembre

Bicampeonato brasileiro do América-MG completa quatro anos; relembre
Foto: Mourão Panda/América

Nesta quinta-feira (25), América-MG e sua apaixonada torcida comemoram o aniversário da importante e história conquista da Série B de 2017, que foi o segundo título do torneio alcançado pelo Coelho. Na ocasião, o time alviverde bateu, na última rodada, o CRB por 1 a 0, e garantiu o lugar mais alto da tabela.

Conhecida por ter sido uma das edições de segunda divisão de maior nível dos últimos anos, a Série B de 2017 reuniu equipes de qualidade como América-MG, Ceará e, claro, Internacional. Recém-chegados à divisão de acesso, os gaúchos entraram na competição com um elenco estrelados e favoritos ao primeiro lugar.

Contudo, com a bola rolando, o Colorado passou longe de dominar o recinto, e esbarrou numa acertada e competente equipe: o Coelho! Sob a batuta de Enderson Moreira, o time americano fez uma excelente campanha, garantiu o acesso e, de quebra, levou a taça para o CT Lanna Drumond. Durante o torneio, o Deca fez, em 38 partidas, 73 pontos, ganhou 20 partidas, empatou 13 e perdeu cinco.

+Felipe Azevedo não crê em Red Bull Bragantino desmotivado após perda da Sulamericana, e prevê jogo duro em Bragança Paulista

O JOGO DA TAÇA

O dia 25 de novembro de 2017 foi histórico para o torcedor americano. Em pleno Independência, o clube teria a oportunidade de reconquistar uma importante taça, vencida pela primeira vez, em 1997. Do outro lado, o CRB, mas que também representava o Internacional, que ainda nutria chances de conquistas.

Enderson Moreira mandou a campo um time com Fernando Leal, Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Ernandes, Juninho e Ruy; Felipe Amorim, Luan e Bill.

A missão era simples: vencer os alagoanos e sair com a taça. Porém, os minutos foram passando, a bola se negava a entrar e a apreensão crescia. No Sul, o Inter vencia o Guarani. Com a combinação de resultados, a equipe do Beira-Rio ficaria com a taça.

Seria o fim do sonho? Não para Rafael Lima. Aos 21 minutos do segundo tempo, o zagueiro aproveitou cobrança de escanteio e balançou as redes, fazendo o troféu da Série B subir o país e parar nas mãos do América-MG.

No Independência, 22.411 pessoas torceram, vibraram e presenciaram o retorno do Coelho ao protagonismo no futebol nacional.

.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top