Guarani

‘Bola parada defensiva muito boa’, garante Airton, novo reforço do Guarani

Guarani deve contar com bola aérea ofensiva de Airton em 2021
Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

Contratação elogiada por boa parte da torcida, Airton apresentou as principais credenciais como novo reforço do Guarani.

Emprestado pelo Avaí até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, o zagueiro do Bugre garantiu ter como ponto forte o desempenho na bola aérea, principal calcanhar de Aquiles na temporada passada.

+ Reforço, Andrigo revela posição favorita no Guarani: ‘Jogar centralizado’

“Eu acredito que eu tenho uma bola parada defensiva muito boa e uma ofensiva em que preciso melhorar. Eu preciso fazer mais gols, porque, hoje em dia, a gente sabe que bola parada decide jogos. É onde sai ali a maioria dos jogos, na verdade”, contou o beque, em coletiva de apresentação.

“Então a gente precisa focar nisso aí, se concentrar bastante e treinar bastante para que não possamos sofrer gol de bola parada. Que eu possa ajudar também nessa parte defensiva e, quem sabe, poder fazer alguns golzinhos ali na frente”, acrescentou.

BALANÇO

Um dos novos reforços oficializados pelo Conselho de Administração do Guarani, Airton fez um balanço dos novos nomes à disposição para o técnico Allan Aal em 2021.

“Sobre o elenco do Guarani, a gente sabe de alguns jogadores de jogar contra. Eu tive a oportunidade de atuar junto com o Tony, junto com o Éder (Sciola) e com o Júlio (César), que chegou na segunda-feira ao clube. Acredito na montagem do elenco. Pode ter certeza de que estão montando um elenco forte e à altura do Guarani”, garantiu.

“Sobre o treinador, a gente dispensa comentários, porque o último trabalho dele foi um acesso à Série A. Então espero aí que a gente se dê bem e que ele consiga nos instruir bem ali dentro de que campo. Que a gente possa ajudar ele e que ele possa nos ajudar. Quem vai ganhar com isso, pode ter certeza, que é o Guarani”, completou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top