Olimpíadas

Brasil leva susto, mas goleia os Emirados Árabes no último amistoso antes da estreia nos Jogos Olímpicos

Gabriel Martinelli marcou o gol da virada do Brasil. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Na tarde desta quinta-feira (15), a Seleção Brasileira Sub-23 fez o último amistoso antes da estreia nos Jogos Olímpicos e venceu os Emirados Árabes Unidos por 5 a 2. Diego Carlos, Reinier, Gabriel Martinelli e Matheus Cunha, duas vezes, fizeram os gols brasileiros, enquanto Nino, contra, e Alnaqbi marcaram para os Emirados.

O primeiro tempo começou com domínio total da Seleção Brasileira, que chegava com perigo ao gol adversário, mas não conseguia converter em gol. E numa das raras chegadas dos Emirados Árabes, aos 20 minutos, Al Kaabi avançou pela esquerda, cruzou à meia altura e Nino tocou contra a meta brasileira.

Após o gol, o Brasil seguiu em cima, criando muitas oportunidades, mas só empatou aos 43 minutos, com Diego Carlos, que aproveitou escanteio cobrado por Antony.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Na segunda etapa, o Brasil voltou bem, mas os Emirados Árabes voltaram a retomar a vantagem no placar após um falha da defesa brasileira aos 22 minutos, que Alnaqbi aproveitou para aparecer livre no meio da área e tocar de cabeça para o gol.

Após Reinier empatar o jogo, aos 32 minutos, o Brasil virou com Martinelli, e Matheus Cunha marcou duas vezes na sequência para sacramentar a goleada brasileira para cima dos Emirados Árabes

Na noite desta quinta (no horário de Brasília), a delegação da Seleção Brasileira embarca em voo fretado para o Japão. O primeiro treino está marcado para às 17h (horário local) do dia 17 de julho (sábado), no Hodogaya Park Soccer Field, em Yokohama.

Com a preparação concluída, o Brasil terá como próximo compromisso, a estreia nos Jogos Olímpicos. A partida será a reedição da última final olímpica, contra a Alemanha, na quinta-feira (22), às 8h30 (horário de Brasília), no Estádio Internacional de Yokohama.

O JOGO

Primeiro Tempo

Como esperado, o Brasil assumiu o controle do jogo nos minutos iniciais e se colocou mais no campo de ataque, A primeira boa chance surgiu aos quatro minutos após cruzamento de Antony pela direita, que Claudinho ajeitou para a chegada de Arana, que, dentro da área, mandou para fora.

Na sequência, mais duas grandes chances do Brasil. Primeiro com Paulinho, que cabeceou para grande defesa de Almenhali. Depois, Arana cruzou rasante pela esquerda e a bola passou por Matheus Cunha e Antony na cara do gol.

Depois da grande pressão nos minutos iniciais, o Brasil diminuiu a intensidade e passou a dar mais campo para o ataque. Com a bola, no entanto, os Emirados Árabes não conseguiam prosseguir para o ataque e o Brasil retomava a posse com facilidade.

Mesmo sem conseguir oferecer muito perigo à defesa brasileira, foram os Emirados quem abriu o placar aos 20 minutos. Num ataque rápido pela esquerda, Al Kaabi recebeu, levou para o fundo e cruzou. A bola bateu em Nino e entrou contra o gol de Santos.

Depois do gol, o Brasil tentou responder imediatamente num chute de Antony, mas o atacante bateu fraco e Almenhali. Em seguida, Alhammadi saiu em velocidade, ganhou de Santos e Diego Carlos apareceu para cortar.

O Brasil voltou a levar perigo com Matheus Cunha, que aproveitou cruzamento de Antony para tocar de cabeça, mas o goleiro Almenhali defendeu. Antony teve outra chance num chute de fora da área e, mais uma vez, o goleiro emiradense levou a melhor.

Antony foi o principal jogador de frente do Brasil nos primeiros 45 minutos, O atacante teve uma grande chance na reta final após receber lançamento de Menino, dominar sozinho na área, mas bateu em cima de Almenhali.

Após muita pressão brasileira no ataque, a defesa dos Emirados Árabes finalmente cedeu aos 43 minutos. Antony bateu escanteio da direita e Diego Carlos subiu sozinho na pequena área para empatar a partida.

No lance seguinte, o Brasil trabalhou bem no na intermediária, Matheus Cunha bateu da entrada da área e a bola passou raspando a trave direita do goleiro. No último lance da primeira etapa, Antony cobrou falta de longe e mandou por cima do gol.

Brasil largou atrás no placar, mas virou sobre os Emirados Árabes Unidos. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Segundo Tempo

A etapa complementar começou ,mais uma vez, com domínio do Brasil. Matheus Cunha teve uma grande chance nos primeiros minutos. O atacante avançou pela direita, invadiu a área e bateu no cantinho para boa defesa de Almenhali.

Se Antony era o principal nome do ataque brasileiro, Almenhali evitava que os Emirados Árabes sofressem uma goleada. Matheus Cunha cruzou rasteiro para Gabriel Menino bater dentro da área e o goleiro emiradense fazer mais uma grande defesa.

Depois da pressão nos primeiros minutos, o Brasil baixou bastante o ritmo, enquanto os treinadores de ambas seleções fizeram muitas trocas para testarem novas opções dentro do elenco.

Mesmo com o controle do jogo, o Brasil voltou a falhar no setor de defesa. Aos 22 minutos, Alwatani dominou na intermediária, livre de marcação, e cruzou para Alnaqbi, que apareceu e, sozinho dentro da área, tocou de cabeça para colocar os Emirados Árabes de volta na frente.

O jogo seguiu com muitas trocas nas duas equipes , enquanto o Brasil procurava retomar seu melhor momento dentro da partida.

O empate veio aos 32’. Martinelli levou pela direita e cruzou na segunda trave. Alwatani cortou mal e a bola sobrou para Reinier pegar bonito de primeira e igualar o placar novamente.

O Brasil não demorou para virar. Aos 36 minutos, Antony recebeu em velocidade pela direita, rolou com Dani Alves, que deu um lindo cruzamento para Matheus Cunha tocar de cabeça para trás e Martinelli aparecer na área para virar o jogo para o Brasil

Depois da virada, o Brasil se animou. Gabriel Menino bateu de fora da área e Almenhali fez outra boa defesa. Na sequência, aos 39’, Martinelli girou na entrada da área e protegeu a bola para a chegada de Matheus Cunha, que saiu na cara do gol e ampliou a vantagem.

Já nos minutos finais, o Brasil fez o quinto. Após saída errada de Sadeq, Matheus Henrique roubou a bola e rolou para Matheus Cunha só empurrar para o gol e fechar o placar.

+ Douglas Augusto sofre estiramento muscular e é cortado da Seleção Olímpica

FICHA TÉCNICA

Amistoso Pré-Olímpico 2021

Brasil x Emirados Árabes Unidos

Data: 15/07/2021, 16h (horário de Brasília)

Estádio: Estádio Karadorde – Novi Sad, Sérvia

Gols: 1ºT – 20’ Nino (Emirados Árabes, contra); 43’ Diego Carlos (Brasil) / 2ºT – 21’ Alnaqbi (Emirados Árabes); 32 Reinier, 36’ Gabriel Martinelli, 39’ Matheus Cunha e 45’ Matheus Cunha (Brasill)

Brasil (4-3-3): Santos; Daniel Alves, Nino (Bruno Fuchs), Diego Carlos (Ricardo Graça) e Guilherme Arana (Abner); Gabriel Menino, Bruno Guimarães (Matheus Henrique) e Claudinho (Martinelli); Paulinho (Reinier), Matheus Cunha e Antony. Técnico: André Jardine.

Emirados Árabes Unidos (4-3-3): Almenhali; Alnuaimi,  Al Marzooqi, Albalushi (Almansouri) e Almheiri; Alhammadi (Sadeq), Sultan e Alhammadi; Alnaqbi (Mohamed), Alwatani e Alkaabi (Mubarak). Técnico: Denis Silva

Para saber tudo sobre as Olimpíadas, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top