Esportes olímpicos

Brasil perde para Senegal na prorrogação e se despede da Copa do Mundo de Futebol de Areia

Foto: Octavio Passos/FIFA

O sonho de conquistar o hexa ficou pelo caminho nas areias de Moscou. Em uma partida dramática, o Brasil chegou a estar vencendo por 3 a 1 no terceiro e último período, porém viu a equipe de Senegal empatar e, na prorrogação, marcar dois gols. A Seleção brasileira até que tentou reagir e ficou perto do empate, mas amargou a eliminação nas quartas de final, e repetiu a campanha do último Mundial, em 2019. Será a primeira vez em sua história que os senegaleses vão para a semifinal só aguardam o resultado de Taiti x Japão.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Os gols foram marcados por Rodrigo (dois), Catarino e Zé Lucas, pelo lado do Brasil. Já os heróis de Senegal foram marcados por Raoul Mendy e Mandione Diagne (os últimos com dois gols cada).

Como foi a partida

Assim como no último jogo da fase de grupos, o Brasil começou buscando o ataque, e já com menos de dois minutos o goleiro evitou um gol de Mauricinho. Logo depois, em troca de passe do ataque brasileiro, Mauricinho fez boa jogada e serviu para Rodrigo, que abriu o placar. O Brasil estava querendo mais e fazia por merecer. Edson Hulk em cobrança de tiro livre direto acertou a trave de Senegal.

Até então, Senegal não ameaçava a defesa brasileira. O time africano só foi assustar aos cinco minutos com um chute forte de Doagne, que dificultou a defesa de Rafa Padilha. A chance criada acordou o time e aos nove minutos chegou ao empate. Mais uma vez em chute forte de Seyni, Diagne deu um leve desvio para tirar a chance de Rafa Padilha defender.

Entretanto, o empate não abateu a Seleção Canarinha que continuou no ataque. Já os africanos buscavam jogar com muita força e sempre procurando o contato com os brasileiros. Aos 10 minutos, Catarino passou pelo Seyni e foi derrubado. A arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, o goleiro defendeu a bola finalizada pelo camisa 4. Ficando assim 1 a 1, no primeiro tempo.

No segundo tempo, a partida seguiu o mesmo panorama da primeira etapa com a Seleção Brasileira buscando o ataque, enquanto, Senegal seguia a pegada de explorar força física em decidas esporádicas. A três minutos do final, o Brasil voltou a ficar na frente. Após receber um lançamento longo, Catarino encheu o pé para fazer o 2 a 1. Sem deixar Senegal respirar na sequência, Catarino serviu Zé Lucas que de voleio ampliou. 3 a 1. Foi o melhor momento do time Canarinho.

O terceiro e ultimo tempo tinha mal começado e Diagne diminuiu após desviar de cabeça. Buscando o quarto gol para dar uma tranquilidade e voltar a diferença para dois tentos, o Brasil esteve perto de marcar aos seis minutos, quando Filipe chutou no ângulo, e Seyni foi buscar.

Contudo, o Brasil parecia estar mais cansado na partida, já que Senegal buscou o tempo todo um confronto de força física. A dois minutos para o fim, em cobrança de falta frontal, Mendey acertou o canto esquerdo do goleiro Rafa Padilha. 3 a 3.

Na prorrogação, o duelo seguiu dramático. Com três minutos Mendy colocou Senegal pela primeira vez a frente no placar. 4 a 3. Com a partida chegando ao fim, o Brasil se lançou ao ataque na busca do empate para levar a partida para as penalidades. Mas acabou sendo castigado com mais um gol de Diagne. 5 a 3. No final, a Seleção diminuiu com Rodrigo, só que não havia mais tempo para buscar o empate. Senegal então se classificou para as semifinais da Copa do Mundo de futebol de areia.

Escalação

Senegal: Seyni, Diatta, Sylla, Mendy e Mamour Diagne. Reservas: Ndour, Samb, Fall, Mandione Diagne, Balde, Ba e Thiaw Niang. Técnico: Oumar Sylla.

Brasil: Rafa Padilha, Catarino, Luis Henrique, Rodrigo e Mauricinho. Reservas: Mão, Antonio, Filipe, Lucão, Edson Hulk, Datinha e Zé Lucas. Técnico: Gilberto Costa.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top