Campeonato Brasileiro - Série B

Camilo revela objetivo na Série B: ‘Tirar a Ponte Preta dessa situação’

Camilo revela objetivo na Série B: 'Tirar a Ponte Preta dessa situação'

Titular absoluto com Gilson Kleina, Camilo garantiu estar focado para tirar a Ponte Preta da zona de rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro.

Aos 35 anos, meio-campista mostrou confiança na reação da Macaca no decorrer das próximas 24 rodadas da competição nacional.

+ Camilo justifica forma física na Ponte Preta em 2021: ‘Profissionalismo’

“Eu não vejo isso justamente pela questão de em alguns jogos nós sermos melhores que outras equipes. O resultado não aconteceu. Isso é o futebol. Todos os atletas que estão vindo estão vindo para somar. São grandes jogadores”, disse o camisa 10, em coletiva de imprensa.

“A gente espera que possamos ter uma sequência de vitórias para que possa ir subindo na tabela e tirar a Ponte Preta dessa situação. É continuar com a convicção no trabalho, dedicação do grupo e ajudar quem está chegando para que a gente possa se fortalecer”, acrescentou.

PRESSÃO

Apesar da experiência, Camilo admitiu pressão por conta da falta de resultados da Ponte Preta nos 14 primeiros compromissos.

“É claro que o fator de não vir o resultado tem um peso em todos os atletas. Eu acho que a equipe da Ponte Preta teve alguns jogos em que teve desempenho e não teve resultado. Então tem até umas equipes que estão próximas ao G4”, disse.

“Dentro do G4, nós fizemos grandes jogos. Então fica essa questão. Eu me cobro bastante. Às vezes, jogando como 9 nove, a gente não tinha uma referência para poder ajudar a equipe com a experiência dentro do campo. É claro que a gente tende a melhorar. Então é o que eu espero para mim poder estar ajudando a equipe da Ponte Preta”, completou.

TABELA

Em 17º lugar com 12 pontos, Ponte Preta volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro no domingo, 1º de agosto, diante do CRB, em Maceió, no Estádio Rei Pelé, a partir das 18h15.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top