Atlético-MG

Capitão do Boca reclama de atitude de jogadores do Atlético e Nacho explica: ‘Árbitro não tinha o sinal do VAR’

Foto: Pedro Souza / Atlético

O duelo entre Boca Juniors e Atlético ficou marcado por um jogo truncado, mas principalmente por um lance polêmico. Aos 34 minutos do primeiro tempo, o time argentino marcou um gol e, após muita confusão, foi anulado após o árbitro ir ao VAR. O zagueiro e capitão do Boca, Izquierdoz, reclamou da atitude dos jogadores do Galo e do árbitro da partida.

+ Cuca elogia trabalho de marcação do Boca e afirma: ‘Não jogamos pelo empate’

O árbitro disse a eles cinco vezes para jogar, jogar, jogar e não saíram do caminho. Não entendo. Era para advertir e forçá-los a jogar. Acabamos todos indo ver o VAR, ver o monitor e era claro que não tinha ocorrido nada. Um contato normal de futebol, nenhum deslocamento, nada – disse Izquierdoz na coletiva

No entanto, também em coletiva, o também argentino, Nacho Fernandez, hoje capitão do Atlético e que foi muito importante para o árbitro ir ao VAR e rever o lance, ficando “no pé” do dono do apito, explicou a situação:

O árbitro não tinha o sinal do VAR, então, em uma jogada duvidosa, teria que esperar que o sinal voltasse para, então, recomeçar o jogo.

+ Hulk se diz lisonjeado por jogar na La Bombonera e espera Atlético ‘bem melhor’ no jogo da volta

O camisa 26 do Galo ainda elogiou a marcação do Boca Juniors e afirmou: “Partidas de Libertadores são assim, muito fechadas, e se definem em um mínimo detalhe”.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top